Reportagem Vídeo: Feira da Bagageira

 

A "Feira da Bagageira" realizou-se em no domingo dia 26 de Janeiro 2020 no Parque de Lazer das Figuras à entrada da Cidade. Artigos em segunda mão, velharias, reciclados e projetos inovadores. DJ, Animação, massagens e ateliers de reciclagem, foram os pontos de interesse desta iniciativa. Faça da bagageira do seu automóvel a banca de vendas, era este o lema do desafio. No fim, feche a mala e regresse a casa.

Traga tudo o que está a mais na sua garagem ou na casa da avó. Das roupas aos acessórios, artigos de decoração, mobiliário, livros, brinquedos, discos e os mais criativos podem trazer as suas peças recicladas. A Feira da Bagageira foi um ponto de encontro entre público e vendedores de todas as idades. Uma boa oportunidade para encontrar artigos interessantes a um preço acessível. A Feira da Bagageira promoveu assim a proteção do ambiente, evitando excessos de produção, contribuindo para a sustentabilidade do planeta e do orçamento mensal lá de casa.

 

Lagos Cidade há 447 anos

Amigos de Lagos recordam os 27 fundadores do Grupo. O dia 27 de Janeiro, data em que, em 1573, D. Sebastião elevou Lagos à categoria de cidade, é também de aniversário do Grupo de Amigos de Lagos, que acaba de completar 27 anos de vida ao serviço da comunidade.

No almoço comemorativo, que decorreu no restaurante Dom Vinho, Luísa Novais recordou os 27 fundadores do Grupo e leu um poema recebido do escritor lacobrigense João Murty.

O Grupo dos Amigos de Lagos tem a sua sede na Rua Cândido dos Reis, 90 (frente ao Cinema) e mantém-na aberta, de segunda a sexta-feira, entre as 15 e 16.30 horas. Entre as muitas iniciativas anunciadas para o corrente ano, destaca, já no próximo dia 6 de Fevereiro, pelas 17 horas, na Biblioteca Dr. Júlio Dantas o início de um novo ciclo de Encontros de 5ª Feira, desta vez dedicado e “Lagos e o Mar”.

Grupo Amigos de Lagos

“Dê troco a Quem Precisa" angariou mais de 50 mil donativos para carenciados

A 5.º edição da campanha solidária “Dê troco a Quem Precisa”, de recolha de fundos em farmácias, angariou um apoio monetário de 35.750,07 €, num total de 52.840 donativos. Esta iniciativa do Programa abem: Rede Solidária do Medicamento permitiu, assim, que mais 357 pessoas carenciadas fossem integradas no fundo solidário, passando a ter acesso, durante um ano, a todos os medicamentos prescritos de que necessitam.

A campanha, que decorreu entre 16 e 25 de dezembro, convidou os portugueses a doar o troco resultante das compras efetuadas nas farmácias ao Fundo Solidárioabem:. Este fundo é inteiramente aplicado na aquisição dos medicamentos dos beneficiários da rede, que no final de dezembro eram já cerca de 12 mil, dos quais 13% são crianças*.

Em Portugal, uma em cada 10 pessoas não consegue adquirir todos os medicamentos prescritos pelo médico. «Estamos gratos pela solidariedade que os portugueses demonstraram, mais uma vez, através de uma forte adesão à campanha. Contamos com a ajuda de todos para, até final deste ano, conseguirmos ajudar 20.000 pessoas em situação de carência de medicação», refere Maria de Belém Roseira, uma das embaixadoras da Associação Dignitude, entidade dinamizadora do Programa abem:.

Esta iniciativa contou com o Alto Patrocínio de Sua Excelência, O Presidente da República.

LPM

 

Tavira | Exposição “A Voice to a Voice”

Inaugura, no dia 01 de fevereiro, pelas 18h00, na Biblioteca Municipal Álvaro de Campos, a exposição “A Voice to a Voice”, a qual poderá ser visitada até dia 29 do mesmo mês.

O Programa Internacional de Partilha de Gravuras (Internacional Print Exchange Programme - IPEP) escolheu a artista Isabel Macieira para organizar a exposição, em Portugal, a qual inclui 40 gravuras de vários artistas, nomeadamente, da própria. Os trabalhos são de pequena dimensão e têm como tema “a voice to a voice” que propõe a ideia de diálogo e conexão entre diferentes indivíduos. 

O IPEP é uma iniciativa sem fins lucrativos, através do qual os impressores compartilham o seu trabalho em todo o mundo. Os participantes exibem, individualmente, o portfólio compilado na sua área geográfica, juntamente com as gravuras dos restantes artistas que integram este programa. Esta forma de expor tem como objetivo impulsionar o trabalho em rede, assim como criar a consciência sobre a gravura como forma de arte comum.

Esta ação ocorre, desde 2013, em 36 países e conta com a participação de 160 autores, os quais contribuíram para a exibição de mais de 65 exposições.

Acerca de Isabel Macieira

Nasceu, em Lisboa, em 1957, tendo vindo viver para Tavira, em 1985.

Foi professora de Educação Visual e Desenho, no 3.º ciclo e ensino secundário, entre 1982 e 2014.

Desenvolve, desde 1990, uma carreira como artista plástica com participação em várias exposições coletivas e individuais em Portugal e no estrangeiro.

Em 2009, fundou, em Tavira, a Casa 5 – Associação de Artes Plásticas e Visuais, onde organiza e participa em diversos projetos de índole local e estabelece parcerias com outras entidades com vista ao desenvolvimento de projetos culturais conjuntos, como é o caso do projeto “Artalaia” e “Tavira Ilimitada”.

Paralelamente, estuda História de Arte Portuguesa, tendo concluído o grau de mestre, nesta área, em 2007, na Universidade do Algarve. É autora do livro “A Arte Sacra em Tavira, séculos XV a XX” editado, em 2004, pela Câmara Municipal de Tavira.

Mun de Tavira

Olhão | Município leva Seniores às Jornadas de Envelhecimento Saudável

No sentido de contribuir para o bem-estar físico e psíquico dos seniores do concelho, o Município de Olhão convidou, no passado dia 16 de janeiro, 50 alunos das classes de Ginástica Sénior, a participarem nas III Jornadas de Envelhecimento Saudável – Viver Bem, Envelhecer Melhor, organizadas pela Universidade do Algarve.

Esta é uma iniciativa na qual o Município marca presença desde o início. Nas duas edições anteriores, estiveram presentes os alunos das classes da Ginástica Sénior de Quelfes e da Fuseta. No ano passado, o Município também participou, promovendo uma aula de ginástica de demonstração direcionada para esta faixa etária.

Nestas jornadas, foram abordados temas como exercício físico, sinais de alerta do acidente vascular cerebral, visão: cuidados básicos e sinais de alerta, nutricionismo, medicação, demência, cuidados familiares, viagens e turismo social.

Esta ação de sensibilização e informação é mais uma das várias atividades dinamizadas pela autarquia junto dos seniores olhanenses desenvolvida no sentido de melhorar a autoestima, fortalecer as relações interpessoais e combater o isolamento.

Mun de Olhão