Artigo de Opinião | Comemorar Dezembro como o mês da Medicina Interna!

Consultório Médico
Tools
Typography

Por João de Araújo Correia – Presidente da SPMI. Desde o ano passado, os Internistas Portugueses reivindicaram para si o mês de Dezembro. Fizeram-no, e foram compreendidos pelos doentes e seus familiares. Sabem que em Dezembro começa um período de trabalho ainda mais exigente para a Medicina Interna.

O Serviço de Urgência fica repleto de gente, que desespera para ser atendida, desconfiada da cor atribuída pela Triagem de Manchester. A doença aguda grave e não grave, mistura-se naquele espaço, numa amálgama imensa, que a todos, médicos, enfermeiros e doentes, ameaça submergir. Sabemos todos, o quanto há para mudar nas nossas urgências. Temos de reduzir a procura, dando alternativas ao SU para o tratamento da doença aguda não grave. Com isso, poderemos cumprir a missão que nos compete, tratando os doentes complexos, graves e emergentes. Mas, enquanto isso não acontece, os Portugueses contam com o trabalho abnegado dos Internistas, que milagrosamente mantêm a qualidade assistencial perante tantas centenas de doentes.

É também em Dezembro, que os Serviços de Medicina aumentam a sua lotação em mais de 30%, para que os doentes que acorrem ao SU não fiquem dias intermináveis no SU á espera de uma vaga! Muitos Internistas, têm de se desdobrar e encontrar um tempo extra para se responsabilizarem por mais doentes, sem qualquer recompensa adicional. Na enfermaria, pululam os casos dramáticos de idosos, sem doença significativa, mas numa solidão absoluta, sem poderem contar com os cuidados de ninguém. Em Dezembro, somam-se aos solitários os abandonados, por exaustão do cuidador ou sabe-se lá porquê…A Segurança Social, exaurida de recursos, vai adiando soluções, para desespero dos médicos e dos doentes, até que, passados alguns meses, todos se resignam. Os Internistas lá continuam, a tratar os muito doentes e aqueles, que não o são menos, que sofrem na alma as agruras do abandono.

Para os Internistas, Dezembro também é de comemoração do seu aniversário. A Sociedade Portuguesa de Medicina Interna nasceu a 14 de dezembro de 1951, e orgulha-se de ser a maior Sociedade Científica Médica Portuguesa, com mais de 3000 associados. Celebramos o facto de sermos muitos e de o futuro estar assegurado, com mais de 1000 Internos em formação! Com 21 Núcleos de Estudo e um Centro de Formação certificado pela DGERT, temos Internistas competentes em todas as áreas do conhecimento médico, muitos deles líderes de opinião, que não perderam a capacidade de terem uma visão global do doente.

Os Especialistas de Medicina Interna têm o seu Mês em Dezembro, mas estão sempre disponíveis. Acreditam que para além da doença, há uma pessoa para cuidar sempre e que, ás vezes, até conseguem curar!

Fonte: MiligramaJoaoACorreiaDr

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS