Expressões Algarvias | Té Diéb, Falas Algarvio?

Regionais
Tools
Typography

Aqui vai um segundo artigo de expressões Algarvias, desta vez com ajuda das pessoas que comentaram e fizeram sugestões no primeiro artigo. Assim sendo, não iremos referir as que já foram incluidas no outro artigo, mas sim incluir outras de igual importância do “dialeto” Algarvio.

“Diéb” – Significa diabo. Bastante usado para demonstrar indignação perante alguém; habitualmente usado da seguinte forma: “Té diéb”

“Dar vaia” ou “dar de vaia” -  Também é bastante utilizado quando o Algarvio pretende chamar a atenção de alguém ou cumprimentar: “Olha, dá vaia ao António que eu preciso falar com ele”.

“Ir à da Maria” – O Algarvio não vai à casa de ninguém, vai à daquele ou daquela.

“Machinha” – Aglutinação da palavra mão com o diminutivo de cheia - cheinha . E significa exatamente isso, mão cheinha: “dás-me uma machinha de alcagoitas?” (significado – amendoins)

 “Cachaporrada” – Significa pancada com cachaporra (espécie de árvore / neste caso pau). Vulgarmente utilizado para ameaçar de pancada outra pessoa: “dou-te uma cachaporrada”.

“Alvariade” – Alguém que anda com a “cabeça no ar” e que não presta atenção a nada.

“Bela-luísa” – O Algarve é o único sítio que se chama bela-luísa ao chá de lúcia-lima.

“À babuja” – significa à beira da água.

“Bezaranha”  - quer dizer ventania.

“Caguifo/a” – Utiliza-se a expressão tanto no feminino como no masculino para designar medo de alguém ou alguma coisa: “moço, isso é só caguifa ou quê?”

“Empachade” – Alguém que leva muito tempo a fazer alguma coisa ou a se despachar: “és mesmo empachade, pá!”

“Apoquentar” – Significa estar chateado ou preocupado com alguma coisa: “hoje estou apoquentada porque o  António não me disse nada!”

“Maline” – pessoa ou animal mau, teimoso, maligno: “O cão da vizinha é mesmo maline”

Aqui no Algarve as palavras diferentes são tantas que por vezes acabamos por não saber escolher as mais utilizadas! Podiamos ter mencionado amodes, cagaice, assumar, ávonde, farrajão, ortelhos, condelipa, amarinhar, plengana, arjamolho, entre outros. Talvez o Mar d’Estórias volte a elaborar outro artigo para explicar estas e outras palavras Algarvias e o seu significado.

Sobre o Mar d’Estórias

“Mar d’Estórias” – um espaço de comércio e divulgação da cultura portuguesa (loja, mercearia, café/ bistro, livraria e um bar-terraço), no centro da cidade de Lagos, Algarve. Espaço aberto ao público desde 17 de Junho 2016 e onde existe uma selecção de excelência de produtos genuinamente portuguesa; edifício onde durante 54 anos foi sede e quartel dos bombeiros voluntários de Lagos. Para mais informações sobre este projecto, por favor visite www.mardestorias.com. Falar Algarvio 1Fonte: Mar D'Estórias

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS