fbpx

Loulé | Aspirante Geoparque Algarvensis Loulé-Silves-Albufeira marca presença na BTL

Regionais
Tools
Typography

O aspirante Geoparque Algarvensis, que inclui parte dos territórios dos concelhos de Loulé, Silves e Albufeira, num projeto de candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO, marcou presença pela primeira vez na BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa), a qual decorreu entre os dias 16 a 20 de março.

A BTL é a principal montra e feira de turismo de Portugal, e pela primeira vez os Geoparques Mundiais UNESCO Nacionais e aspirantes (Algarvensis e Oeste) organizaram-se para, de uma forma concertada e de trabalho em rede, se apresentarem, num stand conjunto, aos agentes do mercado turístico e ao público em geral, com uma proposta concreta e diferenciadora do ponto de vista da visita turística, muito ligada ao turismo de natureza e cultural, com forte incidência na criação de uma maior consciência para a sustentabilidade dos territórios no quadro dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentáveis das Nações Unidas.    

Para além desta participação no stand dos Geoparque Portugueses com um balcão próprio, o aspirante Algarvensis, que tem como promotores do projeto os 3 municípios já referidos e a Universidade do Algarve, realizou no dia 16 de março, no stand do Algarve, uma apresentação do projeto, que contou com a intervenção dos presidentes de Câmara de Loulé, Silves e Albufeira. Segundo estes, a candidatura a Geoparque Mundial da UNESCO trata-se claramente de um projeto estruturante para o interior do território, diferenciador e complementar ao produto sol e mar, que pretende nos próximo anos alinhar estes três concelhos num projeto de valorização do interior deste território, assente em três grandes pilares de sustentabilidade territorial: a geoconservação, a geoeducação e o chamado geoturismo, que conta com a implementação de uma política de valorização turística do território, devidamente integrada nos objetivos da Agenda 2030 das Nações Unidas.

Já no dia 20 de março, pelas 15h30, e incluído no programa de animação do stand dos Geoparques Portugueses, o Algarvensis proporcionou um excelente momento cultural, com a atuação do Grupo Ao Luar Teatro, que apresentou o seu projeto criado especificamente para o programa cultural GeoPalcos, onde a recolha do património cultural oral, que inclui antigas histórias que se contavam no interior do território, lengalengas, e trava-línguas locais, é o ponto central do projeto.

Para melhor conhecer o projeto do aspirante Geoparque Algarvensis consulte: https://geoparquealgarvensis.pt/

GAP da CM LouléAspiranteGeoparque1AspiranteGeoparque2

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS