fbpx

MP de Faro | Prisão Preventiva para Arguido que Violou Medidas de Coação Fiscalizadas por Meios Técnicos de Controlo à Distância

Regionais
Tools
Typography

A Procuradora da República da 1ª secção da unidade do Departamento de Investigação e Ação Penal de Loulé, emitiu mandados de detenção contra um homem de 60 anos, que está indiciado pelo cometimento de um crime de violência doméstica ocorrido no dia 26 de janeiro de 2022, na pessoa da sua ex-esposa.

Desde 27 de janeiro 2022, o detido encontrava-se proibido de se aproximar da ofendida, sua residência ou local de trabalho num raio de 200 metros, a fiscalizar através de uso de pulseira eletrónica.

Desde 27 janeiro de 2022, o sistema eletrónico registou a aproximação do detido a menos de 200 metros da sue ex-esposa.

A emissão de mandados de detenção teve por pressuposto o perigo para a integridade física e a vida da ofendida que representava a aproximação do detido àquela, e teve por objeto a apresentação do detido a interrogatório judicial para aplicação de prisão preventiva.

No passado dia 11 de fevereiro de 2022, em sede de interrogatório Judicial, o Ministério Público requereu e foi aplicada ao detido a medida de coação de prisão preventiva.

TJ de FaroTribunalJudicialFaro

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS