fbpx

FICLA - Festival Internacional de Cinema e Literatura do Algarve é a nova designação do antigo FICLO

Regionais
Tools
Typography

A nova edição está prevista para a Primavera de 2022 e tem epicentro na cidade de Faro, onde se vai dar o reforço da ligação do cinema e literatura a todo o Algarve.

Depois do sucesso das duas edições do Festival Internacional de Cinema e Literatura de Olhão, o FICLO transforma-se naturalmente no festival de todo o Algarve.

O anúncio do renovado Festival Internacional de Cinema e Literatura do Algarve foi feito hoje, 9 de Dezembro, em conferência de imprensa que contou com a presença de Paulo Jorge Neves dos Santos, Vice-Presidente e Vereador de Cultura da Câmara Municipal de Faro, de Adriana Nogueira, Directora Regional de Cultura do Algarve e das directoras do festival, Débora Pinho Mateus e Candela Varas.

O (agora) FICLA tem edição marcada para a Primavera de 2022, na cidade de Faro, e pretende reforçar ainda mais as relações frutíferas e inesperadas entre cinema e literatura, que ultrapassam em muito as simples adaptações.

Nascido em 2019, o Festival de Cinema e Literatura tem vindo a cimentar a sua visão e importância no tecido cultural algarvio e nacional com programações que apresentam desde documentários e ficções, passando pela animação. Em paralelo, muitas são as actividades promovidas desde performances, leituras encenadas, residências de escrita de guião, passando por seminários ou workshops com realizadores ou directores de teatro.

A nova edição tem como missão abordar temas mais prementes de reflexão, seja em ciclos específicos ou no tema transversal ao festival, abordando o cinema e a literatura, lado a lado, a partir do que é inerente a cada prática artística.

Segundo as directoras do FICLA, Candela Varas e Débora Pinho Mateus: "Desde o início que o Festival de Cinema e Literatura se propôs, não como um festival de adaptações, mas antes como um festival que quer ir mais além, procurando outras ligações entre ambas práticas artísticas, ligações inesperadas. Agora, superando esta relação, de alguma forma, de interdependência, olharemos para ambas práticas artísticas também como campos de convergência ou divergência em temas concretos".

A antecipar a nova linha programática do festival, esta semana, nos dias 10 e 11 de Dezembro, acontecem em Faro uma série de eventos que pretendem revelar e explorar a nova metodologia do festival.

Esta programação especial, cujas actividades são de entrada gratuita, arranca com a projecção do filme "Destello Bravío", da realizadora espanhola Ainhoa Rodríguez, incluindo uma conversa, já amanhã, dia 10, às 21h30, no IPDJ. No dia seguinte, às 11h00, na associação cultural ArQuente, a também produtora e guionista protagonizará uma masterclass onde vai explicar o processo de criação de "Destello Bravío". No mesmo dia e local, a coreógrafa, intérprete e dramaturga Sónia Baptista apresenta a conferência-performance "E Hoje, é um Esquilo?" (17h00), seguida de um colóquio sobre o desejo e o corpo da mulher no cinema e na literatura contemporânea, com Rodríguez, Baptista e a investigadora Ana Isabel Soares (18h00). A finalizar o programa, está prevista uma Jam de textos à desgarrada com acompanhamento do músico Tomás Tello, em que o público é convidado a participar (19h00). As honras de abertura desse momento serão dadas a Sónia Baptista.

Sob este novo olhar ou metodologia para com o cinema e a literatura, o FICLA 2022 inaugura, no âmbito sociológico, um espectro mais rico para a discussão contemporânea com a 3.ª edição que agora pertence a todo o Algarve.

PROGRAMA FICLA - 10 e 11 DEZ 2021

10 DEZEMBRO
IPDJ – Instituto Português do Desporto e da Juventude

21h30
"Destello Bravío" de Ainhoa Rodríguez -[trailer](https://www.youtube.com/watch?v=01y-9ItW5E8)
ES/2021/98'
V.O em espanhol/Legendado em português

Projeção do filme + Q&A
As mulheres de uma pequena localidade rural assolada pelo despovoamento, vivem entre a apatia do seu dia-a-dia onde nada parece acontecer e um profundo desejo de experiências libertadoras que as façam reencontrar-se com um lugar onde acham que foram felizes ou sonharam sê-lo.

11 DEZEMBRO
Associação Cultural ArQuente

11h00
Masterclass com Ainhoa Rodríguez, realizadora de "Destello Bravío"
Processo de criação de "Destello Bravío": origem, metodologia, filmagem, pós-produção, história/ intra-história.
Grupo: máx. 15 pessoas
(Entrada gratuita, inscrição em Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.)

17h00
Apresentação do FICLA 2022 com Candela Varas e Débora Pinho Mateus

"E Hoje, é um Esquilo?" de Sónia Baptista
Conferência-performance (m/6)
Escrita, criação e interpretação: Sónia Baptista
"E Hoje, é um Esquilo?" nasceu como uma conferência/performance num contexto académico de reflexão sobre a prática artística como investigação filosófica e poética e vice-versa. Três acções comuns, Ler, Caminhar e Escrever transformam-se em actos poéticos com alicerces na história pessoal e na memória de um passado mais recente, mas com ecos de um reviver proustiano. O texto escreve-se e lê-se com voz e corpo de mulher.

18h00
Colóquio: Desejo e corpo da mulher no cinema e na literatura contemporânea
Com Ainhoa Rodriguez, Sónia Baptista e Ana Isabel Soares

19h00
Jam de textos
Abertura de Sónia Baptista com acompanhamento do músico Tomás Tello

Todas as actividades são de entrada gratuita.

PR&CFiclaFaro

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS