'Verdelago Resort' comemora Dia da Floresta Autóctone com plantação de 200 árvores

Regionais
Tools
Typography

A 23 de novembro, assinala-se o Dia da Floresta Autóctone e, de forma a celebrar este dia que recorda a importância de preservar e plantar espécies que fazem parte do património natural português, o Verdelago Resort, em fase de construção e vendas no sotavento algarvio (entre Altura e a Praia Verde), realiza hoje e amanhã uma ação de educação ambiental que tem como parceiros a Câmara Municipal de Castro Marim e o Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF).

Nela participarão cerca de 120 crianças e 13 professores/acompanhantes do Agrupamento de Escolas de Castro Marim. Cada criança plantará a sua árvore originária do território nacional (pinheiros mansos e bravos), que batizará com o seu nome, sendo convidada a visitá-la no futuro, no âmbito das ações educativas do Parque Verde de Recreio e Lazer e do Centro de Interpretação, Proteção e Valorização Ambiental do Verdelago Resort. Estes pinheiros desenvolver-se-ão no espaço outrora ocupado por espécies invasoras, nomeadamente acácias.

Os cerca de 200 pinheiros que serão plantados nesta ocasião, integram o Plano de Florestação do Verdelago Resort, que já contou com alguns eventos anteriores e que, no total, contempla a plantação de 2020 árvores, número equivalente à quantidade de camas previstas para o empreendimento, quando concluído.

A este propósito, Paulo Monteiro, diretor-geral do empreendimento, recorda a importância do aproveitamento de recursos hídricos, salientando que “a escolha de espécies autóctones no paisagismo, permitirá uma redução entre os 30% e os 40% na rega”. Acrescenta ainda: “Envolver a comunidade local, desde a sua infância, com ela partilhando as melhores práticas de sustentabilidade ambiental que estão por detrás da conceção do Verdelago, orgulha-nos bastante”.

Para além do desenvolvimento do seu plano de florestação, o Verdelago Resort preserva ainda o pinhal, os sobreiros, as alfarrobeiras e as figueiras assim como todas as cerca de 110 espécies animais identificadas (entre camaleões, sapos, rãs, borboletas, coelhos, patos reais, gaios, poupas e até cegonhas brancas) de forma a garantir a defesa e promoção da biodiversidade da propriedade.

Centro de Interpretação, Proteção e Valorização Ambiental, inédito no sector

O Verdelago Resort desenvolve-se em 85 hectares de área verde, com grande biodiversidade e tem um forte compromisso com a natureza e com o meio envolvente. O Verdelago Resort vive da natureza e da sua preservação. Tendo por objetivo fazer com que o seu impacto na natureza seja mínimo, preserva e dinamiza os vários habitats existentes, nomeadamente, charcas temporárias, pinhal manso, pinhal bravo, eucaliptal, povoamento de sobreiros, lagoa, dunas, entre outros, oferecem a possibilidade de desenvolvimento de um elenco de fauna e flora bastante diversificado. Nesse sentido, o Verdelago Resort tem vindo a criar parcerias e programas com diversas entidades por forma a “estudar” e apoiar o desenvolvimento desses habitats da melhor forma possível, nomeadamente, com a Vita Nativa, CCMAR (Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve), 2BForest e Ambientar.

Certificação Green Globe

Inserido numa propriedade com cerca de 85 hectares de área verde e com apenas 8,7% de índice de construção, o Verdelago Resort demonstrou, desde o início do projeto, ter as melhores práticas de sustentabilidade ambiental, filosofia que lhe permitiu ser o primeiro resort turístico do país a aderir à certificação Green Globe (uma das mais exigentes certificações internacionais

de turismo sustentável, membro afiliado da Organização das Nações Unidas para o Turismo) desde a fase da construção.

Verdelago Resort

O Verdelago Resort é um projeto da Verdelago - Sociedade Imobiliária, S.A. uma empresa de desenvolvimento de projetos imobiliários e turísticos, cuja participação maioritária é detida pelo Fundo Aquarius, FCR, gerido pela OXY CAPITAL. O Verdelago Resort terá, para além das 340 unidades residenciais turísticas e do hotel de cinco estrelas com 197 quartos, um Clube do Aldeamento (com restaurante, bares, open market, esplanada, piscina infinita e zonas de estar), 4 campos de padel e 2 de ténis, serviços de apoio familiar (babysitting e kids club), passadiços de madeira com acesso à praia, assim como diversos percursos pedonáveis e cicláveis (cerca de 7 km) por entre sobreiros e pinheiros, charcos temporários e uma lagoa. O Verdelago Resort estende-se por cerca de 86 hectares de terreno, com um índice de construção 8,7%. Os seus cerca de 70 hectares de espaços verdes, incluem um Parque Verde de Recreio e de Lazer com mais de 42 hectares e uma reserva natural em frente do mar com 24 hectares, áreas de interpretação ambiental, conservação e promoção do habitat natural.

Informação técnica

O projeto de arquitetura do Verdelago Resort é do atelier Saraiva + Associados, o paisagismo é do arquiteto Hipólito Bettencourt, o design de interiores de Sofia Andrez / Dexter Moren Associates e o projeto de engenharia é da empresa A400, estando a gestão dos projetos e fiscalização da obra a cargo da DDN – Gestão de Projetos S.A. Como consultores e parceiros contamos ainda com a Edifícios Saudáveis na área da eficiência energética, a certificação Ambiental está a cargo da Peterson Consultancy, as charcas temporárias estão a cargo da CMAR (Centro de Ciências do Mar da Universidade do Algarve) e as florestas da 2 B Forest, enquanto a fauna e a flora estão a cargo da Associação Vita Nativa.

Sobre a Blue and Green A Blue & Green é um operador turístico que assegura a gestão de hotéis e resorts 5* em Portugal com localizações únicas, como a Quinta das Lágrimas, o Marriott Praia D’El Rey e o WestCliffs Resort, na zona Oeste, o Tróia Design Hotel, o Vilalara Thalassa Resort e, agora, o Verdelago Resort.

Saiba mais em: www.verdelago.com

Global PressArvoresVerdeLago

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS