São Brás de Alportel reabre (a memória) da Casa da Roda em Dia Internacional dos Direitos da Criança

Regionais
Tools
Typography

No Dia Internacional dos Direitos das Crianças, dia 20 de novembro, dia que nos anos mais recentes começou a ficar associado ao “Dia do Pijama” justamente para lembrar o direito de todas as crianças a ter uma casa e uma família, o Município de São Brás de Alportel apresenta em Conferência  a recente e interessante obra “Venire Ad Me”: Crianças expostas e amas em São Brás de Alportel (1783 – 1872).

A conferência, marcada para as 16h00, na Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro pretende recordar outros períodos da nossa História, quando o abandono infantil era uma realidade relativamente comum através das chamadas “Rodas dos expostos”, mecanismos que asseguravam o abandono anónimo e, simultaneamente, a criação/cuidado das crianças desvalidas. Uma destas Casas da Roda existiu em Faro e marcou muitas gerações de são-brasenses. São muitas as histórias que marcam a memória popular e quantas vidas foram marcadas por esta Casa da Roda, roda da vida…

Para abordar esta temática, o encontro contará com a participação de Andreia Fidalgo, autora da recente obra “Venire ad me! A casa da roda do concelho de Faro”, que versa sobre a história da Casa da Roda do concelho de Faro na transição do Antigo Regime para o Liberalismo e, na qual, se integravam à época quer as crianças abandonadas em São Brás de Alportel como as amas que delas cuidaram.

Uma iniciativa organizada pela Câmara Municipal de São Brás de Alportel em parceria com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) de São Brás de Alportel e a Biblioteca Municipal Dr. Estanco Louro.

GI da CM SBADiaDireitoCriancasSBA

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS