Lagoa | Ciclo de Conferências - Ferragudo 1520-2020: 500 Anos a Viver o Mar

Regionais
Tools
Typography

O ano de 2020 ficou marcado pelo quingentésimo aniversário da fundação da povoação de Ferragudo, instituída pela carta de privilégios da Rainha D. Leonor, de 21 de agosto de 1520. Uma longevidade assinalável, digna de ser comemorada com a pompa e circunstância inerentes à memória centenária do lugar.

Sob a égide do 500º aniversário, a Câmara Municipal de Lagoa e a Junta de Freguesia de Ferragudo juntaram esforços e prepararam um conjunto de iniciativas que, ao longo do ano, foram tendo lugar sob o mote Ferragudo: 500 anos a Viver o Mar. Infortunadamente, as condições provocadas pela pandemia SARS-CoV-2 obrigaram ao adiamento de algumas atividades e ao consequente prolongamento das comemorações até ao presente ano. Neste vasto e rico programa comemorativo pretende-se envolver ativamente o povo de Ferragudo, como comunidade visada que é, mas também a participação de todos e todas os/as lagoenses. Um programa que, ao colocar em destaque a vila e sede de freguesia e o seu espaço territorial, mais que assinalar o acontecimento dos 500 anos per si, presta-se a deixar uma marca indelével sobre a passagem desta histórica e irrepetível ocasião.

A programação foi trabalhada no sentido de abranger as mais diversas áreas, das artes ao exercício físico, da historiografia à gastronomia, do artesanato às festividades populares. Neste âmbito, o ciclo de conferências que principiou a 18 de setembro com o Painel 1 - O mar e o rio, discute o passado e o futuro da localidade com mais dois momentos, assinalados a 23 de outubro e 20 de novembro, respetivamente o Painel 2 - Arquivo(s) e Memória(s) e o Painel 3 - História Paroquial.

O Painel 2 irá decorrer nas instalações da Associação Cultural e Desportiva de Ferragudo, tendo início às 16:30 horas, e perfaz-se de três comunicações: sobre a figura de Joaquim José Coelho de Carvalho, por José Carlos Vilhena Mesquita (Faculdade de Economia, Universidade do Algarve); sobre a documentação sobre o concelho de Lagoa, existente no Arquivo Nacional da Torre do Tombo, por João Costa (CHAM Centro de Humanidades - NOVA FCSH / Centro de Estudos Ibéricos - NOVA); e sobre a memória arquivística da Paróquia de Ferragudo, por Diogo Vivas (Câmara Municipal de Lagoa).

A participação é gratuita mas requer inscrição prévia em:

https://forms.gle/PhCEVwXfDKSodxGw8

GC do Mun Lagoa(Algarve)CentenarioFerragudo

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS