Olhão | Município Extingue Contrato com Empresa que Deixa Obra Inacabada

Regionais
Tools
Typography

A obra de requalificação dos espaços públicos da Urbanização Custódia Mendes, em Olhão, foi abandonada pela empresa vencedora do concurso em julho, devido a “problemas financeiros”. Já passaram mais de dois meses sem que fosse possível voltar a fazer contactos com a empresa, o que obriga o Município a avançar para a extinção do contrato.

A empresa Consdep S.A. foi a vencedora do concurso público lançado pelo Município para a requalificação dos espaços públicos da Urbanização Custódia Mendes, cujo contrato com o Município foi assinado em agosto de 2020 e consignado no mês seguinte.

A obra, adjudicada por cerca de €480.000,00, começou a sofrer atrasos poucos meses depois, o que levou os serviços do Município a solicitarem explicações, uma vez que a obra tinha um plano de execução de 210 dias. Com vários prazos ultrapassados, apesar de o Município ter autorizado a sua prorrogação por duas vezes - solicitada devido a “problemas financeiros” - os contactos com a empresa deixaram de ter resposta. Desde julho que não estão trabalhores da empresa no local nem é possível o contacto telefónico com o empreiteiro, pelo que o Município decidiu proceder à extinção do contrato por incumprimento do mesmo.

“Esta obra foi lançada por concurso público, em que ganha a empresa que apresenta o melhor preço. Nem sempre esta é a melhor solução, como se comprova neste caso. Só podemos pedir desculpa à população e prometer que em breve lançaremos novo concurso, para que esta requalificação possa ser terminada no mais curto espaço de tempo”, esclarece o presidente do Município, António Miguel Pina.

Mun de OlhãoObraInacabadaOlhaoObraInacabadaOlhao2

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS