Albufeira | "FOMe" Festival de Objetos e Marionetas & Outros Comeres

Regionais
Tools
Typography

O Festival FOMe & Outros Comeres está de regresso a Albufeira com cinco espetáculos e um Workshop de Construção de Marionetas. De 17 a 25 de setembro, companhias nacionais de Oeiras, Évora, Porto, Ovar e Alcobaça irão apresentar espetáculos para todas as idades com palco no Auditório Municipal, na Biblioteca Lídia Jorge e num cine teatro itinerante que estacionará no Largo do Município. As entradas são gratuitas, mas os lugares só serão assegurados mediante reserva.

O FOMe - Festival de Objetos e Marionetas & Outros Comeres vai estar em Albufeira para mais uma edição recheada de surpresas e muitas gargalhadas. A programação começa no dia 17 de setembro, com “A Viagem”, uma produção da companhia Mãozorra, de Oeiras, que tem a particularidade de trazer consigo o mais pequeno cine teatro itinerante, com capacidade máxima para nove espetadores. Esta coprodução com o Museu da Marioneta de Lisboa é um espetáculo sem palavras, que engloba a técnica de marionetas e o teatro de objetos, partindo do imaginário do pensamento, que nos leva a viajar por desejos íntimos de determinados momentos do nosso quotidiano. O cine teatro estará estacionado no Largo do Município, com sessões de 20 minutos, às 19h00 e às 20h00, para maiores de 6 anos.

Ainda no dia 17, a Trulé- Investigação de Formas Animadas apresenta “As minhas MAIS… Marionetas”, pelas 21h00, no Auditório Municipal. Por ser antológico, o espetáculo sintetiza um percurso de mais de 40 anos de pesquisa e entendimento das várias técnicas de construção e manipulação de marionetas. Ao longo de 45 minutos, o público pode assistir a pura poesia visual em que os bonecos são tocados pelos dedos mágicos do bonecreiro e mostram-nos pedaços de vida em histórias de encantar. Manuel Costa Dias é marionetista, construtor e investigador em formas animadas. A sua dedicação trouxe-lhe muitas viagens à volta do mundo e o reconhecimento do seu trabalho com vários prémios internacionais.

No sábado, 18 de setembro, haverá Workshop de Construção de Marionetas, pelas mãos de Rui Sousa, de Santa Maria da Feira. Nesta oficina ensinam a construir uma marioneta de manipulação direta, feita a partir de poliuretano e alguns tecidos, utilizando formas e volumes densos. O resultado final é uma marioneta, mas também pode ser um elemento de uso lúdico-pedagógico, uma obra de arte, um personagem ou todas elas em simultâneo. A ação decorre na Biblioteca Municipal Lídia Jorge, às 10h00, tem a duração de 90 minutos e destina-se a maiores de 12 anos.

Pelas 16h00 do dia 18, o Historioscópio – Teatro de Marionetas, do Porto, traz-nos “Picnic”, a história de Clarice, que numa bela tarde decide fazer um picnic na natureza, mas algo de muito estranho acontece. Reduzida ao tamanho de um gafanhoto, Clarice descobre o mundo gigante das criaturas minúsculas. Este espetáculo leva-nos pela cova do besouro adentro, para descobrir o estranho e fascinante mundo dos insetos e de outros pequenos bichos, numa aventura à escala milimétrica. O espetáculo, com a duração de 50 minutos, destina-se a maiores de 3 anos e terá lugar na Biblioteca Municipal Lídia Jorge.

“O Ninho”, da companhia ovarense Partículas Elementares, sobe ao palco da Biblioteca Municipal a 19 de setembro, domingo, às 16h00. O espetáculo teve como inspiração um dos poemas mais singelos do escritor português Miguel Torga, que em poucas linhas revela que um segredo bem guardado pode fortalecer uma amizade verdadeira. A história é contada sem uma única palavra. Com um enredo minimalista, a narrativa de 35 minutos faz-se de um acaso; a curiosidade de um menino, despertada por uma mera coincidência, desencadeia o início de uma teia de afetos. Em palco, Carlos Silva, autor e único intérprete da obra, surge numa encenação comedida, que ganha força com o trabalho plástico expressivo, emotivo e surpreendente de Leonor Bandeira. Com um cenário com poucos artifícios, uma única personagem principal, três elementos secundários e uma banda sonora que complementa toda a peça, “Ninho” é um convite à valorização das coisas simples da vida, as que são fáceis de entender e as que devemos guardar como as mais importantes. O espetáculo é para maiores de 6 anos.

No dia 25 de setembro, a encerrar o Festival, a companhia S.A. Marionetas- Teatro & Bonecos, de Alcobaça, apresenta “Alfredo- o Colecionador de Borboletas”, que vai a cena às 16h00, na Biblioteca Municipal Lídia Jorge. Numa terra distante cheia de vida, vivia uma pessoa com um gosto muito particular: colecionar borboletas. Mas Alfredo só colecionava as de cor vermelha, as mais raras. Certo dia, aquando de uma das suas caçadas, fica preso num buraco. Assustado faz tudo para sair e quando finalmente consegue, repara que ficou sem as duas pernas. Não lhe doía nada, mas não estão lá. Desesperado tenta achá-las, mas em vão. E agora como é que ele pode andar e saltar para apanhar as suas borboletas? Esta produção aborda o tema da deficiência, de uma forma real e ao mesmo tempo com um sentido de esperança e de luta pela conquista de ultrapassar barreiras. O espetáculo destina-se a maiores de 3 anos e tem a duração de 45 minutos.

O Festival tem entrada gratuita, no entanto devido à limitação de lugares é necessário efetuar reserva para cada um dos espetáculos através do e-mail:

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

DCRP da CM AlbufeiraAlbufeiraFOMe1AlbufeiraFOMe2AlbufeiraFOMe3AlbufeiraFOMe4AlbufeiraFOMe5FestivalFOMe

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS