DIVAM 2021 apresentado na Ermida de Guadalupe com o tema “Património, Comunidade e Inclusão”

Regionais
Tools
Typography

A Direcão Regional de Cultura do Algarve apresenta o programa DiVaM 2021, numa cerimónia que terá lugar na Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe (Vila do Bispo), este domingo, dia 23 de maio, pelas 11h30. As atividades culturais do DiVaM vão prolongar-se até dezembro, nas Ruínas Romanas de Milreu, Fortaleza de Sagres e Ermida de Guadalupe.

O DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – é um programa cultural organizado pela Direção Regional de Cultura do Algarve, desde 2014, que promove a aproximação das comunidades locais aos monumentos que lhes estão mais próximos, através de um conjunto de atividades culturais, artísticas, educativas e científicas, sendo esta também uma forma de dar a conhecer os monumentos e as atividades que aí terão lugar, ao público da região e todos os visitantes nacionais e estrangeiros.

Este ano, naquela que é a sua 8ª edição, o DiVaM é dedicado ao tema “Património, Comunidade e Inclusão”, e apresenta uma programação substancialmente sustentada nos princípios basilares da Convenção de Faro, através de projetos culturais que promovem a inclusão das comunidades no processo de construção patrimonial, colocando as pessoas e os valores humanos no cerne deste processo.

O programa será apresentado pela Diretora Regional de Cultura, Professora Doutora Adriana Freire Nogueira, seguido de Concerto no feminino, um projeto da ARTIS XXI – Associação de Educação Artística de Lagoa, que constitui a iniciativa que abre este ano a programação.

Com direção artística de Elsa Mathei, Ana Castanhito, na harpa, e Rute Gomes, na flauta transversal, este será um concerto que explora a forma como a mulher tem vindo a ser incluída no mundo da Música ao longo dos tempos.

“Neste concerto ouviremos dois instrumentos paradigmáticos de diferentes relações entre instrumento e género. Na cultura ocidental, era indecente a mulher soprar ou tocar algum instrumento que desfigurasse de alguma forma a figura feminina. Assim, era considerado mais apropriado (porque belo) a mulher tocar harpa ou outros instrumentos de cordas” Artis XXI.

De acordo com as regras de funcionamento dos equipamentos culturais, definidas pela Direção-Geral de Saúde, durante a atual situação pandémica, o número de participantes na sessão será limitado, e dependerá de inscrição prévia, mediante a lotação do espaço.

A programação DiVaM estará a disponível para consulta na página da DRCALG www.cultalg.pt e nas redes sociais, a partir do dia 24 de maio.

DRCAlgErmidaGuadalupe 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS