Loulé com "Dose Dupla" de Teatro

Regionais
Tools
Typography

Após a reabertura das portas em abril, o mês de maio tem sido rico ao nível da programação no Cineteatro Louletano, com cinema, música e teatro. E a oferta cultural não para de surpreender: desta vez, a 21, 22 e 23 de maio (sexta, sábado e domingo), sempre às 19h00, o Teatro do Elétrico traz-nos “A Voz Humana”, um espetáculo de teatro como um concerto de rock, baseado num texto emblemático de Jean Cocteau.

Interpretada por Patrícia Andrade - que também encena com David Pereira Bastos - a peça assenta num monólogo. Uma mulher está ao telefone com o amante, que se vai casar com outra no dia seguinte. A chamada cai algumas vezes e a conversa é interrompida nos momentos de maior vertigem. No que é uma aparente banalidade doméstica, testemunhamos um verdadeiro «mise en abîme» desta mulher abandonada pelo companheiro, num cenário que junta uma atriz, um microfone num tripé e uma guitarra.

“A Voz Humana” estará em cena na Sede do Rancho Folclórico Infantil e Juvenil de Loulé, sita na Rua de Nossa Senhora de Fátima, 201, em Loulé (próximo do Palácio Gama Lobo).

Também a 22 e 23 (sábado e domingo), no Cineteatro Louletano - às 21h00 no sábado e às 17h00 no domingo - chega a Loulé uma peça que se destacou em Lisboa, no Teatro São Luiz, protagonizada por Beatriz Batarda e Romeu Runa, evento do qual o Cineteatro Louletano é co-produtor. "Perfil Perdido" é uma produção conjunta do Cineteatro Louletano com o São Luiz Teatro Municipal, Teatro Nacional S. João e Centro Cultural Vila Flor, e explora a relação pai-filho num espectro alargado, como um estaleiro e arena onde entram em jogo espaços, tempos e estados feitos da tensão entre o que é domesticável e o que é indomável, entre a animalidade e a humanidade. Criada em estreita relação com os dois artistas, a peça aborda questões de género, filiação, domesticidade e os limites entre realidade e ficção.

Dose dupla de teatro ao mais alto nível, que pode ser aproveitada em maio. Se adquiridos separadamente os bilhetes para “A Voz Humana” e “Perfil Perdido” custam, respetivamente, 5 e 10 euros, mas se comprados em conjunto têm um valor total de 12 euros, que pode ainda ser sujeito a desconto para quem tem Cartão de Amigo do Cineteatro Louletano. 

Em maio, haverá ainda lugar para mais dois grandes espetáculos para ver em total segurança no Cineteatro Louletano: um deles a 26, com a performance da Associação Folha de Medronho (Loulé) “Chama mãe ao coração – diálogos do corpo e da palavra”, trabalho que aborda a complexidade das relações, as fragilidades da condição feminina na(s) sociedade(s) e a constante noção distorcida de amor. O outro, a fechar o mês, no dia 30, um evento que junta a música e a palavra: o recital “Enoch Arden”, um melodrama para narrador e piano de Richard Strauss., sobre poema de Tennyson.

Recorde-se que o Cineteatro - que este ano celebra não só os 91 anos como também os 10 anos da reinauguração após as obras - é uma estrutura cultural no domínio das artes performativas da Câmara Municipal de Loulé, integrado na Rede Azul – Rede de Teatros do Algarve e na Rede 5 Sentidos e que ostenta o selo “Safe and Clean”, atribuído aos equipamentos que zelam pelas regras de higiene e segurança da Direção-Geral de Saúde.

GAP da CM LouléTeatroPerfilPerdidoTeatroPerfilPerdido1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS