Loulé | Setor Cultural do Concelho Recebe Apoio Financeiro

Regionais
Tools
Typography

A Câmara Municipal de Loulé atribuiu uma verba de 259.464,00€ às associações e coletividades culturais e recreativas, ao abrigo da celebração dos contratos-programa anuais.

Este é um dos instrumentos do Município para promover a dinâmica da atividade cultural no território, que conta com cerca de duas dezenas de associações dedicadas às diversas áreas como o teatro, a dança, a música, as artes performativas, as artes plásticas, o património, a etnografia, o folclore, entre outras. Trata-se de um apoio direto para que estas entidades possam desenvolver um programa diversificado e descentralizado, que ocorre nos diversos palcos geográficos – freguesias -, assente em produções que apostam não só na simples fruição por parte dos espetadores, mas também na formação dos públicos.

A atribuição das verbas é feita através de critérios definidos em Regulamento Municipal de Apoio ao Associativismo Cultural e Recreativo do Concelho de Loulé, como são os anos de existência e respetivo historial da associação, o estatuto de utilidade pública, o número de pessoas envolvidas em regime de voluntariado, a consonância entre os objetivos do programa ou projeto cultural e as necessidades do concelho, o desenvolvimento de atividades com vista à inclusão social, ao fomento de interesse de crianças e jovens ou o contributo para a formação e a criação artística e valorização do património concelhio.

Num momento particularmente difícil para a cultura, que tem visto a sua atividade ser fortemente penalizada pelas sucessivas restrições e confinamento geral da sociedade, este apoio ganha particular importância para a retoma do setor ao nível local.

Durante a cerimónia de celebração destes contratos-programa, o presidente da Autarquia, Vítor Aleixo, deixou uma palavra de esperança a estes protagonistas nos tempos que se vislumbram, numa altura em que o país está mais próximo de regressar à normalidade.

E aproveitou para referir que esta pandemia poderá ser fonte de inspiração para “os processos criativos e para uma incursão e reflexão sobre estes tempos tão estranhos que vivemos”. “Seja na área do teatro, dança, escrita, de conversas, há tanta coisa que se pode fazer no plano cultural a propósito destes tempos”, frisou.

Realçando o papel da “família criativa do concelho” na construção de uma “comunidade saudável”, deixou um apelo a estes agentes culturais: “Envolvam cada vez mais pessoas, empenhem-se e continuem apaixonados e defensores do nosso concelho!”.

Refira-se que receberam este apoio as seguintes associações: 1ª Companhia de Guias de Loulé - Associação Guias de Portugal; APALGAR -Associação de Amizade dos PALOP no Algarve; Associação Amigos do Alentejo; Associação Ao Luar Teatro - Ideias Culturais; Associação Artística SATORI; Associação Cultural de Salir; Associação de Acordeão GarveFole; Associação do Coro Unitum Voces; Associação dos Amigos  da Cortelha; Associação Geonauta; Associação Grupo dos Amigos de Loulé; Associação Juvenil Akredita em ti; Associação "Os Barões"; Associação Social e Cultural da Tôr; Ateneu Comercial e Industrial de Loulé; Casa da Cultura de Loulé; Centro Social e Cultural Parragilense; Figo Lampo - Associação Cultural e Ambiental; Flautística - Associação de Flautas de Bisel do Algarve; Folha de Medronho - Associação de Artes Performativas; Fundação Manuel Viegas Guerreiro; Mákina de Cena - Associação Cultural; e Sociedade Filarmónica Artistas de Minerva.

GAP da CM LouléApoioCulturaLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS