Faro | Re-Food já tem Novas Instalações

Regionais
Tools
Typography
 

O Presidente da Câmara Municipal de Faro, Rogério Bacalhau, assinou esta segunda-feira o protocolo de comodato para cedência de novas instalações à Re-food Faro. Pela associação, firmou o convénio a sua coordenadora, Paula Matias, num acto que contou ainda com as presenças do Vereador da Câmara com o pelouro do Desenvolvimento Social, Carlos Baía e o vice-coordenador da Re-food, Carlos Reis.

Este novo espaço, situado na Rua de Santo António do Alto, foi adquirido pela Autarquia em dezembro de 2020 com o objetivo de criar melhores condições para que a Re-food Faro possa desenvolver o apoio aos seus utentes e ter condições para aumentar a capacidade de ajuda e resposta social à população do concelho, através da recolha e redistribuição de produtos alimentares a pessoas em situação de carência.

Atualmente, a Re-food Faro já apoia mais de 300 pessoas no concelho, entre as quais cerca de 100 crianças, tendo atingido o seu limite de capacidade de ajuda à população devido ao tamanho reduzido do anterior centro de operações, em funcionamento desde 2016, que não permitia um aumento da capacidade de armazenamento de produtos alimentares e um maior número de voluntários em simultâneo.

Nesse sentido, o Município acedeu ao pedido de apoio desta associação para atribuição de um espaço com as condições necessárias para ajudar um maior número de pessoas do concelho.

A fração autónoma, agora propriedade da autarquia e cedida à Re-Food por um período de cinco anos, conta com uma área de 130,30 metros quadrados e vai funcionar como base operacional, logística e administrativa da instituição. As atuais instalações, com menos de metade da área das novas, situadas na baixa da cidade, vão manter-se para apoio a algumas famílias.

O Município de Faro entende que, face à crise provocada pelos efeitos da pandemia, é premente garantir apoio às entidades que garantem respostas sociais e a implementação de medidas que garantam uma maior inclusão e famílias carenciadas. Nesse sentido, a Autarquia espera que as instalações cedidas possam garantir uma melhoria da operação da Re-food, possibilitando também atenuar as situações de carência de um maior número de pessoas no concelho.

Mun de FaroRefoodInstalacoesFaro

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS