AMAL promove Plano de Formação Supramunicipal

Regionais
Tools
Typography

A Comunidade Intermunicipal do Algarve – AMAL viu recentemente aprovada uma candidatura na área da Formação, com um valor que ronda os 650 mil euros.

O projeto da AMAL – Municípios 2030 - tem por objetivos dar resposta às necessidades de capacitação dos trabalhadores das organizações autárquicas da região do Algarve, privilegiando intervenções formativas orientadas para a promoção da modernização administrativa e para o aumento da eficiência na prestação dos serviços públicos. Pretende-se, assim, reforçar as competências de gestão, de processos de reorganização, reestruturação e inovação organizacional, de gestão, operação e utilização das TIC. A ética no serviço público e a integração de novos quadros profissionais serão também contempladas.

O Aviso ALG-63-2020-34, aberto pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDR Algarve), visa a Prioridade de Investimento 11i – “Investimento na capacidade institucional e na eficiência das administrações e dos serviços públicos, a nível nacional, regional e local, tendo em vista a realização de reformas, uma melhor regulamentação e uma boa governação”, incluída no Objetivo Temático 11 – “Reforço da capacidade institucional das autoridades públicas e das partes interessadas e da eficiência da administração pública”, do Eixo 8 – “Reforçar a Capacitação Institucional das Entidades Regionais”, do PO CRESC ALGARVE 2020, a apoiar com recurso ao Fundo Social Europeu (FSE).

A AMAL, enquanto promotora e formadora neste projeto “Municípios 2030”, iniciou o processo a partir de um diagnóstico de necessidades formativas, entendido como o referencial de deteção de carências institucionais referentes a conhecimentos, comportamentos e competências. Para desenhar este Plano de Formação foram consultados todos os municípios, foi efetuada uma análise documental a diversos documentos, nacionais e internacionais e foram feitas entrevistas a interlocutores privilegiados.

Esta candidatura abrange, assim, 10 áreas temáticas: Tecnologias de informação e comunicação; Igualdade e não discriminação; Educação; Ação Social; Saúde; Habitação; Transportes e mobilidade; Ética; Alterações Climáticas e Sustentabilidade. 

O projeto tem uma duração de 24 meses (início de 2021 a dezembro de 2022), prevendo-se a realização de 88 cursos (76 de formação contínua e 12 ações de capacitação), num total de 345 ações de formação. Quanto ao volume de formação, estão previstas 91.280 horas, abrangendo cerca de 5.500 formandos da região.

WLPFormacaoAMAL

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS