Mensagem de Natal do Bispo do Algarve apela a que os Cristãos sejam Mensageiros da Luz

Regionais
Tools
Typography

O Bispo do Algarve, D. Manuel Neto Quintas, deixou uma mensagem vídeo a todos os fiéis católicos algarvios, salientando que, mesmo neste tempo de pandemia, «Deus é luz», uma "luz" que "desfaz as sombras pandémicas".

O prelado algarvio recorda que «neste tempo conturbado e sombrio de pandemia» é «frequente» escutar-se ou dizer-se que este ano todos se sentem «responsavelmente obrigados» a «celebrar um Natal diferente» e que esse termo assume «uma abrangência muito diversa» devido aos "ausentes, antes habituais à mesa natalícia», aos «familiares vítimas diretas ou indiretas da pandemia (falecidos, internados, contagiados, desempregados temporária ou já definitivamente)», à «frugalidade, nestas circunstâncias, da refeição natalícia», à «impossibilidade de exprimir os gestos habituais de afeto, mesmo entre a família alargada», à «limitação das visitas ou saídas habituais nesta quadra, nomeadamente a hospitais, estabelecimentos prisionais e a lares de idosos», ao «confinamento que, compreensivelmente», «é imposto, pela necessidade de proteção mútua».

E apesar dessas diferenças, salienta que esta quadra «nos vai trazer, mais uma vez, a certeza de que Deus, porque nos ama a todos como filhos, não desiste de nós, tal como nunca desistiu, mesmo nas horas mais sombrias, do povo de Israel. Manifesta-se como Luz que ilumina e desfaz as sombras pandémicas que nos envolvem, revelam a nossa fragilidade e vulnerabilidade e são causa de temor e de falta de esperança», sublinhando que essa luz é a «que brota do Deus-Menino nascido em Belém». Essa luz, afirma D. Manuel Neto Quintas, «continua hoje, como há dois mil anos, a indicar a todos o caminho do sentido da vida e da construção de um mundo verdadeiramente humano. Luz que desfaz as sombras de um mundo confinado e abre o nosso coração aos outros, particularmente aos mais desfavorecidos», afirma. E salienta que essa é a missão do cristão, tal como afirmou recentemente o Papa Francisco: «Este é o nosso serviço ao mundo: iluminar todas as realidades humanas, particularmente as situações onde a escuridão é mais densa como esta que atravessamos». E complementa, pedindo: «façamo-nos mensageiros desta Luz que, desde Belém, continua a brilhar para nós e para todos».

Diocese AlgarveMensagemBispoAlgarve

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS