Aquacultura Sustentável em Alvor vai produzir 500 toneladas de Peixe por ano

Regionais
Tools
Typography

A NaturaFish-Alvor prepara-se para produzir 500 toneladas de robalo e dourada por ano, as variedades mais consumidas pelos portugueses. A produção é sustentável, com impacto positivo no ambiente, e diminui a dependência de Portugal face ao exterior (cerca de 90% destas variedades são importadas). A GoParity, plataforma de financiamento de projetos sustentáveis, está a gerir a campanha de crowdlending da empresa que conta angariar 150 mil euros para que a estrutura do projeto seja concluída e ainda cobrir custos operacionais.

Integrada na natureza e com uma área de cerca de 19 hectares compostos por 19 tanques, a NaturaFish-Alvor é uma alternativa sustentável à pesca intensiva, garantindo o bem-estar animal e o menor impacto ambiental possível, uma vez que o peixe se encontra no seu habitat natural, sendo alimentado pelos nutrientes fornecidos pela troca de marés e complementado com ração suplementar, que está a ser desenvolvida num projeto com a Aquasoja, cujo objetivo é o desenvolvimento de rações com maior digestibilidade, uma percentagem maior de subprodutos da indústria pesqueira, minimizando a libertação de resíduos e evitando a diminuição direta do stock de pescado selvagem no mar.

Situada na ria de Alvor, no Algarve, faz parte da rede Natura 2000, a rede de zonas de conservação da natureza criada ao nível da União Europeia para garantir a sobrevivência das espécies e habitats mais valiosos da Europa. Devido à sua localização geográfica, possui as condições naturais ideais (clima, qualidade da água e alimentação natural) para produzir robalo e dourada de qualidade superior.

Para além de ser uma alternativa à importação vinda de produções intensivas (maioritariamente de criação em jaulas offshore na Grécia, Espanha e Turquia) e de atuar na proteção da biodiversidade marinha, contribuindo para o bem-estar animal - com a proteção da natureza, equilíbrio do ecossistema e promoção da qualidade de água-, a NaturaFish-Alvor vai ainda criar 17 novos postos de trabalho. 

O projeto teve início em 2018, com a renovação das instalações que estavam praticamente inativas. Os primeiros alevinos foram colocados ainda no verão desse ano. Dados os ciclos de produção de cerca de dois anos, as primeiras vendas ocorreram em junho de 2020. Pretendem assim atingir a estabilidade a partir de 2021, com uma produção anual a rondar as 500 toneladas por ano. Para os próximos três anos, a empresa espera atingir o valor anual de receita de 4.4M€ ao ano.

A NaturaFish-Alvor terá um investimento total de 7,6 milhões de euros, dos quais 1,23 milhões de euros foram assegurados pelo Programa MAR2020 e 1,97 milhões de euros foram assegurados através da entrada da BlueCrow Capital no capital da empresa.

A campanha de financiamento em crowdlending da NaturaFish-Alvor, gerida pela fintech GoParity, está aberta a investidores a partir dos cinco euros

Qualquer pessoa, desde que maior de idade, pode participar no projeto a partir de cinco euros e obter  rendimento com o empréstimo feito. Depois dos 12 meses fixados para o período de carência, o investidor recebe uma parcela mensal do valor emprestado, mais 5% desse valor relativo aos juros, durante um período de dois anos.

SOBRE A GOPARITY A GoParity é a primeira plataforma portuguesa de acesso a investimento de impacto, com base num dos 17 Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas. Junta projetos de impacto social e ambiental à procura de financiamento a pessoas que queiram investir em negócios que promovam a sustentabilidade. Já foram investidos projetos muito diversificados,do fotovoltaico ao turismo sustentável; da mobilidade elétrica à moda sustentável; das comunidades de talento rurais à indústria do mar.

Esta fintech, ou Impactech, está sediada na Casa do Impacto, em Lisboa, e tem como missão democratizar e desburocratizar o acesso destes projetos ao financiamento, bem como o acesso da sociedade civil a um investimento alternativo, permitindo carteiras a partir dos 20 euros. 

Em dois anos de atividade já gerou mais de 3.3 milhões de euros para mais de 50 projetos submetidos, mais de 8.600 investidores inscritos, com retorno na ordem dos 4-6% ao ano, o que representa já 661 mil euros pagos a investidores. O objetivo da GoParity é criar um “banco verde”.

Redes Sociais da GoParity: Facebook + Twitter + LinkedIn

Para mais informações consultar: goparity.com/pt

SSD DSAquaculturaAlvor2AquaCulturaAlvor3AquaculturaAlvor4

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS