Faro | 'João Vaz' encerra Festival de Órgão na Sé de Faro

Regionais
Tools
Typography

Sábado, dia 28 de novembro, tem lugar o concerto de encerramento do XIII Festival de Órgão do Algarve com o organista convidado João Vaz. Os mais de 1200 tubos e variados timbres do grande órgão da Sé de Faro, com início de construção em 1715, tornam a soar.

O concerto, organizado pela Associação Cultural Música XXI e com Plano de Contingência aprovado pela Autoridade de Saúde, realiza-se às 21:00 com público presencial (lotação 80 lugares sentados) e também com transmissão online em direto, via https://www.facebook.com/acMusicaXXI e também nas páginas Facebook dos parceiros do Festival.

João Vaz é diplomado em Órgão pela Escola Superior de Música de Lisboa, sob a orientação de Antoine Sibertin-Blanc, e pelo Conservatório Superior de Música de Aragão, em Saragoça, onde estudou com José Luis González Uriol, como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian. É também doutorado em Música e Musicologia pela Universidade de Évora, tendo defendido, sob a orientação de Rui Vieira Nery, uma tese sobre a música portuguesa para órgão no final do Antigo Regime.

Tem mantido uma intensa atividade a nível internacional, quer como concertista, quer como docente em cursos de aperfeiçoamento organístico, ou membro de júri de concursos de interpretação. Efetuou mais de uma dezena de gravações discográficas a solo (nomeadamente em órgãos históricos portugueses) e é autor de diversos artigos musicológicos publicados internacionalmente.

Leciona atualmente Órgão na Escola Superior de Música de Lisboa. É também diretor artístico do Festival de Órgão da Madeira e das séries de concertos que se realizam nos seis órgãos da Basílica do Palácio Nacional de Mafra (de cujo restauro foi consultor permanente) e no órgão histórico da Igreja de São Vicente de Fora, em Lisboa (instrumento cuja titularidade assumiu em 1997).

O programa de concerto tem o mote "1620 – NO SÉCULO DAS FLORES DE MÚSICA". Centrado na comemoração dos 400 anos da publicação das Flores de Música de Manuel Rodrigues Coelho, a mais antiga partitura instrumental impressa em Portugal, inclui obras deste compositor e dos seus contemporâneos de diversas regiões da Europa.

O Festival de Órgão do Algarve 2020 conta com os apoios da Direção Regional de Cultura do Algarve e dos Municípios de Faro, Loulé, Portimão e Tavira, com o apoio à divulgação da Região de Turismo do Algarve e com os parceiros de comunicação Antena 2, Sul Informação, Rua FM e Mais Algarve. Conta ainda com a parceria da Diocese do Algarve, do Cabido da Sé de Faro, da Ordem do Carmo de Faro e das Paróquias de Portimão, Boliqueime e Tavira.

Página FB do evento: https://www.facebook.com/festivalorgaoalgarve/

Música XXIJoaoVazOrgao

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS