FMVG - Querença | Estórias no Ambiente da Figo Lampo

Regionais
Tools
Typography

Três estórias, três filmes realizados num cenário único: a serra e o barrocal algarvios, em Querença. Uma estreia da associação Figo Lampo que coloca no mesmo plano a omnipresença da Natureza e a Narração Oral.

A associação Figo Lampo apresenta «Estórias no Ambiente» a 20 de novembro, às 18H30, na Fundação Manuel Viegas Guerreiro em Querença, Loulé. O projeto audiovisual tem como fio condutor uma contadora de histórias e como enquadramento natural a serra do Caldeirão e o barrocal. 

Previamente à sessão para o público em geral, a Figo Lampo apresenta pelas 14H00 uma sessão especial para os alunos do JI/EB1 de Querença, agrupamento de escolas Padre João Coelho Cabanita, Loulé.

O filme da primeira estória chama-se «Vestido feito de água», uma adaptação do conto homónimo e original de Maria Adelaide Fonseca. Da temática da água para a do ciclo da semente, a segunda estória - «Aventuras de bolota» - é contada junto de uma azinheira centenária no Sítio da Arrancada. Trata-se de adaptação do conto original “O Jaime e as bolotas” de Tim Bowley e Inés Vilp. O último filme, intitulado «A águia-cobreira e a cobra-rateira”, é uma adaptação do conto tradicional «A raposa e o mocho». O palco da estória é o Cerro dos Negros, sob o tema da biodiversidade.

A importância da preservação da biodiversidade nas zonas protegidas do concelho de Loulé, como é o caso de Querença, terá maior desenvolvimento numa conversa agendada para o final da projeção, com a presença de Clara Fernandes, engenheira na Divisão de Ambiente da Câmara Municipal de Loulé. 

A exibição das três curtas, com cerca de cinco minutos cada, será intercalada por diálogos com a autora do projeto, Verónica Guerreiro e a contadora de estórias, Maria Adelaide Fonseca. 

O teaser de «Estórias no Ambiente» pode ser visualizado aqui: http://figolampo.pt/estorias-no-ambiente/

O evento tem entrada livre, mas é sujeito a marcação através do e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Será cumprido o protocolo referente à mitigação da pandemia Covid-19, garantindo a máxima segurança de acordo com as orientações da Direcção-Geral de Saúde. O uso de máscara é por isso obrigatório.

FICHA TÉCNICA:

Narração e adaptação das histórias por Maria Adelaide Fonseca

Vídeo e fotografia de Paulo Tomé

Realização e edição de Verónica Guerreiro

Uma produção Figo Lampo 2020, com o apoio da Câmara Municipal de Loulé e da Fundação Manuel Viegas Guerreiro

SOBRE A FIGO LAMPO

Criada em 2019 e com sede na aldeia de Querença, a Figo Lampo leva a sério a intervenção no interior do Algarve, sua conservação e valorização – natural, paisagística e cultural -, com o objetivo de criar uma cultura cívica mais ampla e consciente. 

A linguagem artística e visual utilizada é disruptiva e inovadora, condimentos que cruzam os trabalhos da equipa da Figo Lampo ao longo de mais de vinte anos de experiência em áreas como a literatura, design, fotografia, cinema, teatro, pintura, performance, formação em empreendedorismo e educação ambiental. 

Mais informação sobre o projeto em http://figolampo.pt/estorias-no-ambiente/ e sobre a Figo Lampo em http://figolampo.pt/quem-somos/.

Outros contactos: Verónica Guerreiro | Tlm: 966 119 377

FMVGEstoriasAmbiente1EstoriasAmbiente2EstoriasAmbiente

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS