Loulé | Exposição pelos Alunos Finalistas de Artes Visuais

Regionais
Tools
Typography

Inaugura esta quinta-feira, 15 de outubro, pelas 18h00, no Convento de Santo António, em Loulé, uma exposição de trabalhos dos finalistas da Licenciatura em Artes Visuais da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais, da Universidade do Algarve. 

Num ano letivo particularmente condicionado e complexo, estes jovens artistas escolheram afirmar, no título da exposição – “O Toque em tempos ilícitos” -, a perplexidade e o assombro que os acometeu durante a pandemia. Através da arte, cada um deles tentou expressar um sentimento que é comum: ”Que tempos são estes? De que forma e quando, voltaremos a ser como antes?”. A arte foi uma saída possível para a afirmação da liberdade imprescindível para a criação. Através do toque, trabalharam a matéria, os materiais, transformaram as ideias em obras e criaram a exposição possível nos tempos que correm.

Essa exposição integra, na sua lógica interna, a arquitetura complexa do edifício, a sua história, as memórias e procura ir ao encontro do espetador para o envolver e tocar de alguma forma, já que o toque, na era da pandemia, foi decretado “ilícito”.

Refira-se que a Licenciatura em Artes Visuais dá acesso a uma formação inter e multidisciplinar, permitindo que os alunos experienciem o desenho, a pintura, a escultura, a fotografia, a videoarte e a arte digital/multimédia. A cada fim de ciclo de estudo, os alunos de Artes Visuais são convidados a expor o seu trabalho, a partilhar com a comunidade o que ensaiam, experimentam, apreendem e produzem. 

“Completamos, com esta exposição, mais um ciclo de estudo no domínio das artes visuais e apresentamos mais um grupo de artistas promissores. Esperamos sempre que a comunidade os acolha e que perceba a importância das artes e da produção que é feita no Algarve, dentro da Universidade. Apesar de fisicamente distantes, continuamos a trabalhar e os jovens artistas a produzir, pois se há algo que talvez nos possa salvar da incerteza e do distanciamento social, é a Arte que nos toca profundamente, mesmo em tempos ilícitos” adiantam os responsáveis pela exposição.

Os trabalhos expostos são da autoria de De Borj@, Gonçalo, Joana Bento, Lorena, Manu, Margarida Lopes, Mariana Domingos, Miguel Costa e Sofia Cardoso, a curadoria está a cargo dos professores Bertílio Martins, Mirian Tavares, Pedro Cabral Santo, Rui Sanches, Susana de Medeiros, Tiago Batista e Xana.

A exposição pode ser visitada até dia 15 de novembro, de segunda-feira a sábado, das 10h00 às 16h30.

GAP da CM LouléArtesVisuaisLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS