Lagoa - Algarve | Já reabriu o "SandCity" Esculturas em Areia

Regionais
Tools
Typography

A SandCity, o maior parque temático de escultura em areia do mundo, reabriu a 8 de junho, em Lagoa, no Algarve, após o encerramento em março, provocado pela pandemia de Covid-19.

A SandCity é um amplo espaço ao ar livre onde podem ser vistas mais de 80 composições independentes, que ocupam uma área de 6 hectares, existindo amplas áreas a separar as esculturas de areia, o que permite o distanciamento tranquilo entre os vários visitantes.

A criatividade e o humor aliam-se para que crianças e adultos desfrutem desta viagem, que se pretende lúdica e pedagógica, e todas as esculturas são acompanhadas de textos explicativos que revelam factos sobre os elementos esculpidos, permitindo que o visitante alie a aquisição de conhecimentos à experiência estética.

“A volta ao mundo” é o título desta mega-exposição da SandCity/Festival Internacional de Escultura em Areia que representa a arquitetura, a cultura, a religião, a fauna e a flora dos cinco continentes, bem como o mundo da fantasia com peças alusivas a personagens do imaginário como As viagens de Gulliver, Harry Potter, Asterix, da saga da Guerra das Estrelas, super-heróis da Marvel e divertidos emojis. 

No continente europeu, pode ver-se, por exemplo, frades belgas a fabricar cerveja, a Torre de Belém, os Alpes Suíços, a Catedral de São Basílio em Moscovo e personagens como Cristiano Ronaldo, Salvador Dali, a Rainha Isabel II de Inglaterra e o Papa Francisco. A zona dedicada à Ásia é dominada por enormes templos indianos, mas também representa vários aspetos da cultura e da arquitetura de países como o Japão, a Tailândia e a China.

Em África, além de pirâmides e deuses egípcios, podem ver-se vários animais selvagens e a reprodução de paisagens e povos, bem como as figuras de Nelson Mandela e Cesária Évora. Cangurus, koalas e uma imponente figura de um homem aborígene compõem a zona dedicada à Austrália e na América, entre outras, existe uma cena dedicada ao Deserto do Arizona, que humoriza os westerns, um templo maia e uma cena sobre a chegada dos navegadores portugueses e espanhóis àquele continente.

Uma zona distinta é sobre ao mar, com esculturas do Deus romano Neptuno, peixes, golfinhos, baleias e reproduções do fundo do mar, de vegetação marinha e uma cena sobre o lixo nos oceanos. Também o mundo dos insetos e repteis está contemplado nesta exposição com a reprodução, em grande escala, de formigas, joaninhas, gafanhotos e borboletas, um camaleão e sapos.

Outro local da exposição homenageia as artes plásticas com a interpretação em areia de quadros de vários artistas contemporâneos como Picasso, Banksy, Frida Khalo ou Joana de Vasconcelos.

Existe, também, uma secção da exposição que reproduz elementos do património cultural e natural do Algarve, fruto do projeto Valorização do Património Histórico e Cultural Algarvio” desenvolvido entre a SandCity, a Direção Regional de Cultura do Algarve e as autarquias de Monchique, Aljezur, Vila do Bispo e o Museu de Portimão que confere descontos a quem, depois, queira visitar monumentos destes concelhos algarvios.

A dimensão de algumas peças esculpidas, que chegam a atingir vários metros de altura, surpreende nesta exposição, bem como a escala de reprodução de algumas figuras e, se por um lado, podemos ver a Mesquita Azul de Istambul reproduzida fielmente em poucos metros quadrados, por outro existem esculpidos em areia ananases ou caracóis gigantes.

Esta “cidade de areia” foi esculpida por cerca de 60 artistas de várias nacionalidades, muitos deles considerados entre os melhores neste tipo de arte , que deram forma a mais de 60 mil toneladas de areia, criando peças de grande detalhe e de diferentes dimensões.

A SandCity, situada entre a rotunda principal de Lagoa e a rotunda de Porches, está aberta todos os dias, entre as 11:00 da manhã e as 22H00, quando as esculturas serão iluminadas por jogos de luzes, o que confere um ambiente mágico à exposição.

ProsandartEsculturaAreia2EsculturaAreia3

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS