Loulé | Rotunda celebra Paisagem do Barrocal Algarvio

Regionais
Tools
Typography

A empreitada de requalificação paisagística da rotunda da Avenida Parque das Cidades, à entrada da cidade de Loulé, na ligação para Faro, conhecida por “Rotunda do Euro”, começará nos primeiros dias de julho.

A rotunda, que passará a ser designada de “Rotunda do Barrocal”, pretende ser a porta de entrada para a zona interior do concelho. 

A requalificação desta que é a principal rotunda no eixo viário entre Faro, capital da região, e a cidade de Loulé, irá promover a paisagem e vegetação típicas do barrocal algarvio, assim como valorizar a localização e centralidade do concelho de Loulé.

Esta intervenção pretende promover os principais valores naturais da região, quer na sua geologia e pedologia, quer na sua vegetação. De acordo com os responsáveis do projeto, “tratando-se de uma rotunda entre vias com bastante trânsito, propõe-se que a conservação do espaço ajardinado não seja de grande exigência de mão-de-obra permanente, recorrendo a amplos espaços de inertes e um ajardinamento com espécies pouco exigentes em manutenção”.

A Câmara Municipal de Loulé considera que “com esta intervenção, a cidade de Loulé terá mais uma das suas ‘portas de entrada’ com uma imagem renovada, assente na preservação ambiental e também na valorização dos elementos endógenos, que são parte da nossa identidade cultural”.

Deste modo, com um investimento total de 52.634,03 € e um prazo de execução de 90 dias, com este projeto do conceituado arquiteto paisagista Fernando Pessoa, espera-se criar um impacte visual a quem passa de viatura na rotunda pelo “contraste de cores das diversas formas de cobertura, até que mais tarde a vegetação, ao adquirir maior dimensão, imponha também a sua presença de forma incisiva”. 

Recorde-se que o arquiteto Fernando Pessoa, em parceria com o arquiteto João Marum, projetaram recentemente o Percurso Eco Botânico Manuel Gomes Guerreiro, que será brevemente inaugurado na aldeia de Querença, em pleno barrocal algarvio. Este projeto conjunto da Câmara Municipal de Loulé e da Fundação Manuel Viegas Guerreiro decorre de uma candidatura ao programa de financiamento CRESC Algarve 2020, e permitirá criar o primeiro jardim botânico na região. Pretende-se assim constituir um núcleo representativo da flora mediterrânica da sub-região do barrocal algarvio e homenagear o ilustre “filho da terra”, Gomes Guerreiro (1919-2000), assinalando o centenário do seu nascimento.

GAP da CM LouléRotundaBarrocalLoule1

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS