SB de Alportel | Município atribui 11 Insígnias de Valor e Altruísmo

Regionais
Tools
Typography

Não obstante a distância necessária em prol da saúde pública, Vitor Guerreiro afirmou que fica para o futuro “o legado de que quando a saúde e a vida de muitos portugueses foram postas em causa, todos, absolutamente todos – órgãos de soberania, poder local, empresas, associações, enfim cidadãos em geral, se uniram e trabalharam em conjunto em defesa da vida e do interesse nacional. Sinal de uma sociedade coesa e solidária e sinal de uma democracia madura e consolidada”.

Facto que tem sido reconhecido internacionalmente e que Vitor Guerreiro diz ter sido vivenciado de forma exemplar na comunidade são-brasense. Uma forma de viver em comunidade e em prol da comunidade que foi reconhecido com a entrega de insígnias municipais de valor e altruísmo.

Pedro Gonçalves e Vitor Gonçalves receberam as insígnias municipais enquanto mentores do projeto “Rede Solidária de Produção de Viseiras de Proteção”, que permitiu a produção e distribuição de mais de 4500 viseiras a unidades de saúde, forças de segurança, instituições de solidariedade, empresas e entidades do concelho e da região.

O projeto “Máscaras sociais são-brasenses” que já produziram 19.000 máscaras sociais de adulto, 1.500 máscaras sociais júnior, 400 chapéus viseira para crianças e batas hospitalares, também foi objeto de reconhecimento nesta cerimónia. Um projeto que, ao longo de semanas, tem envolvido retrosarias e várias costureiras do concelho, muitos em voluntariado, e que tem como missão proteger a comunidade e ajudar a economia local.  A insígnia foi entregue, simbolicamente  à mais jovem costureira que integrou esta missão solidária: Mariana Soares.

Luís Viriato, do Exército de Salvação, e Tiago Nascimento da empresa Sul Office, mentores do projeto “Informática Solidária” também receberam as insígnias. Este projeto consiste na angariação e doação de computadores e tablets usados e/ou danificados que foram arranjados e preparados para serem utilizados por alunos do Agrupamento de Escolas que não dispunham destes equipamentos para acompanhar a escola à distância. Até ao momento, este projeto já permitiu entregar 32 computadores a alunos são-brasenses.

Na qualidade de provedor da Santa Casa da Misericórdia de São Brás de Alportel, Júlio Pereira, recebeu a insígia municipal de valor e altruísmo que reconhece o empenho daquela instituição que criou o projeto de apoio domiciliário avançado “APOIO COmVIDa” que consta na lista de apoios aprovados pelo programa nacional Gulbenkian Cuida, da Fundação Calouste Gulbenkian.

A jovem voluntária Andreia Viegas recebeu a insígnia municipal, em representação dos jovens participantes no projeto “Voluntariado Jovem- Apoio Maior – Agora Nós, Jovens São-brasenses”. Um projeto integrado no Programa do Instituto Português da Juventude “Apoio Maior, Agora Nós” e que foi dinamizado pela Junta de Freguesia de São Brás de Alportel, em parceria com a Câmara Municipal – Unidade de Serviços Sociais e Espaço Jovem – Projeto “Jovens Seguros<>Famílias Felizes” – CCD.

O Município entregou ainda a insígnia municipal de valor e altruísmo aos alunos do 5.º ano de Mestrado em Medicina da Universidade do Algarve que desenvolveram o projeto “Voluntariado COVID Algarve”. 

O Banco de Voluntariado “COVID São Brás de Alportel”, constituído por iniciativa do Município, com a colaboração da Rede de Voluntariado “São Brás Solidário” também viu o seu trabalho reconhecido nesta cerimónia. A insígnia foi entregue simbolicamente ao voluntário Bruno Monteiro, que nesta ocasião representou todos os voluntários que se envolveram neste projeto.

Em representação do Grupo de Trabalho COVID São Brás de Alportel, o Coordenador Municipal de Proteção Civil, Vitor Martins, subiu ao palco do Cineteatro São Brás para receber, a insígnia municipal de valor e altruísmo. Trata-se de um grupo constituído no seio do município para a elaboração e execução do Plano de Ação – Fundo Municipal de Emergência, constituído por diversos dirigentes e serviços do município envolvidos.

A Delegada de Saúde, Filomena Correia, também recebeu a insígnia municipal em representação da Sub Comissão de Proteção Civil de São Brás de Alportel que tem vindo a coordenar.

Nesta época conturbada, a Plataforma Local de Ajuda Alimentar de São Brás de Alportel, coordenada pelos Serviços Sociais do Município e da Junta de Freguesia, através da Loja Social, reforçou a sua ação de forma louvável reconhecida com a insígnia municipal que foi recebida pelo Presidente da Direção do CCD, Paulo Silva, e pelo representante do Núcleo Local da Cáritas Diocesana, Gilberto Rodrigues.

O Município reconhece ainda a forma exemplar como associações, empresas e diversas entidades deram o seu contributo nesta fase. Na impossibilidade de poder contar com a presença de todos na cerimónia, as insígnias municipais foram entregues à direção do Motoclube “Os Unidos da Estrada”, da Direção do Rancho Típico Sambrasense, da empresa local, Drogaria “O Parafuso”, e da Unidade de Tavira do Regimento de Infantaria do Exército.

Exemplos do envolvimento da comunidade são-brasense neste período que, de resto, já mereceu da parte do Município a atribuição de um Voto de Louvor a toda a comunidade.

“É com orgulho que afirmo que os são-brasenses são um exemplo para o mundo”, concluiu o presidente da Câmara Municipal de São Brás de Alportel.

GI da CM SBAInsigniaAltruismoSBA1DiaMunicipioSBADiaMunicipioSBA2DiaMunicipioSBA3

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS