CR de Emergência e Proteção Civil do Algarve | Ponto de situação na Região - 05 junho 2020

Regionais
Tools
Typography

De acordo com informação disponível, no Posto de Comando Distrital, à data de hoje, informam-se dados referentes às ações de coordenação estratégica em matéria de prevenção, preparação e resposta, face à pandemia da coronavírus (COVID-19) no Algarve.

1. Apoio à População

  • Zonas de Apoio à População (ZAP) – Validadas pelas Autoridades de Saúde e instaladas nos 16 municípios da Região do Algarve.
  •  61 Estruturas com capacidade de 3158 camas, de 3 Tipologias* (Isolamento profilático, Quarentena, Reserva social (apoio a lares)

POSIT à data de hoje:
Estão acionadas 2 ZAP, nos municípios de Albufeira e Tavira, para quarentena/Isolamento profilático.

  • Unidades Hoteleiras e Militares em reserva - Validadas pelas Autoridades de Saúde e instaladas nos 16 municípios da Região do Algarve.
  • 55 Estruturas, com capacidade de 1459 camas.

Foram correspondidos todos os pedidos aos profissionais de serviços essenciais para isolamento social e dada resposta ao acolhimento dos respetivos dependentes, nas Escolas.

2. Apoio à Autoridade de Saúde

Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA):

  • Manutenção de circuitos exteriores de doentes COVID nos Hospitais de Faro e de Portimão.

  • Ampliação da capacidade de internamento do Hospital de Faro: - Pavilhão do Sporting Clube Farense (50 camas)

  • Locais para desinfeção de ambulância e depósito de equipamento contaminados: - Hospital de Faro e Hospital de Portimão

  • Estão preparados espaços para uma eventual necessidade de instalar Hospitais de Campanha, nomeadamente: - Faro – Pavilhão Desportivo Municipal da Penha -  Portimão – Portimão Arena 
  • ACES: Apoio logístico, prestado pelos respetivos Serviços Municipais de Proteção Civil, para instalação da Área Dedicada ao COVID (ADC) nos municípios de: Albufeira, Faro, Lagos, Loulé, Olhão, Portimão, Silves, Tavira e VRSA.

Protocolo celebrado entre o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança (MTSS) Social e o Algarve Biomedical Center (ABC) para realização de testes COVID- 19

  • Lares de idosos, instituições similares (concluídos os testes, que se realizaram no período compreendido entre 30 de março e 28 maio) Executado-112estabelecimentos(utentesefuncionários),nos16municípiosdoAlgarve.
  • 8373testesrealizados,dosquais271foramre-testes.
  • Creches, Pré-escolar e Centros de Atividades Ocupacionais (concluídos os testes, que se realizaram no período compreendido entre 4 de maio a 1 de junho)
  •  Executado–197estabelecimentos(funcionários),nos16municípiosdoAlgarve.
  • 4040 testes realizados.
  • O transporte das equipas médicas foi assegurado pelos Corpos de Bombeiros e Cruz Vermelha Portuguesa.
  • Os Postos de Comando Municipais estão a acompanhar, em articulação com a Segurança Social, e através dos serviços de ação social das respetivas Câmaras Municipais, o processo de reabertura das creches e jardins-de-infância.

3. Mortuária

  • Ampliada a capacidade de receção de corpos nas morgues do CHUA (Portimão e Faro).
  • Todas as autarquias com responsabilidades na gestão dos cemitérios isentaram, de taxas municipais, os funerais sociais, de forma a agilizar os procedimentos e desbloquear os processos para assegurar uma maior capacidade das morgues. 

4. Transporte dedicado ao COVID

  • Criação de 2 Grupos de reforço sanitários, a constituir com meios da CVP, INEM e Bombeiros para assegurar a resposta no âmbito do Sistema Integrado de Emergência Médica (SIEM) e assegurar uma reserva estratégica regional para apoiar qualquer um dos municípios que possam vir a ser afetados com situações em massa.

  • Planeamento de 1 pool de autocarros (tipo urbano) com capacidade de transportar pessoas com mobilidade reduzida.

5. Ações de formação/sensibilização/higienização/descontaminação/desinfeção, de âmbito regional:

  • As Forças Armadas realizaram, nos dias 3 e 4 de junho, ações de sensibilização e demonstração, aos funcionários dos estabelecimentos prisionais de Faro, de Olhão e de Silves.

  • Os Serviços Municipais de Proteção Civil continuam a promover ações de formação e sensibilização, devidamente adaptadas à realidade territorial de cada Concelho, com o apoio das autoridades de saúde, agentes de proteção civil e demais entidades cooperantes. 

6. Situação Epidemiológica na Região do Algarve, de acordo com dados fornecidos pela Autoridade de Saúde Regional.PontoSituacaoProtecaoCivilCDPC FaroProtecaoCivilNacional

 

 

 
 
BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS