Teatro das Figuras - Faro | "Filhos da Evolução" Ciclo espectáculos online "Figuras em casa!"

Regionais
Tools
Typography

"Filhos da evolução" é uma pantomima de estilo inspirada na obra pictórica de Jean-Leon Gérôme "A verdade saindo do poço armada do seu chicote para castigar a humanidade" de 1896. A peça de teatro está integrada no Ciclo de espectáculos online “Figuras em casa”, apresentada dia 21 de maio, quinta-feira às 21h30, através do Facebook do Teatro das Figuras (https://www.facebook.com/teatrodasfiguras/).

Um espectáculo sem palavras, criado através da linguagem do Mimo contemporâneo, interpretado por uma actriz que dá vida a múltiplas personagens. Uma viagem através da evolução da violência no ser humano, e as suas diversas facetas, que nos faz refletir sobre a nossa condição humana e o porquê dessa “violência” para sobreviver.

Criado através do corpo poético, num espaço metafórico e universal, este espectáculo permite ao espectador ser cúmplice desta evolução, ou talvez devêssemos dizer, involução.

Esta peça de Teatro Físico vai estar inserida no Ciclo de espectáculos online “Figuras em casa” do Teatro das Figuras e é criada e interpretada por Diana Bernedo, actriz basca residente em Portugal desde 2017, e uma das directoras do Colectivo JAT – Janela Aberta Teatro, estructura artística sediada em Faro, a encenação está a cargo de Miguel Martins Pessoa.

A evolução de nossa espécie foi e continua a ser algo inevitável. Com o desenvolvimento do cérebro humano chegámos a patamares maravilhosos e surpreendentes mas também destructivos, até ao ponto de destruirmos o meio ambiente e membros da nossa própria espécie, deixando assim de nos relacionarmos de maneira sensível.

Há muito tempo que vivemos numa crise humana e política, uma “enfermidade” que nos afecta com ou sem coronavírus... A Arte e o teatro são janelas que nos convidam a viver na pregunta, no questionamento, convidam à observação desde outra sensibilidade, estimulando a imaginação e convidando à acção, faculdades do ser humano que não obedecem a hierarquias nem dependem de classes sociais e que nos aproximam a uma comunicação mais primária e necessária.

Por isso a linguagem deste espectáculo é a linguagem do corpo, do Mimo contemporáneo, permitindo também aproximar o público a esta Arte que cristaliza a natureza e o comportamento humano num corpo metafórico e poético, sem necessidade de palavras.

Ficha artística

Criação e interpretação: Diana Bernedo

Encenação: Miguel Martins Pessoa

Produção: Colectivo JAT

Colectivo JAT – Janela Aberta

Teatro Estructura artística sediada em Faro, dirigido por Diana Bernedo e Miguel Martins Pessoa, especialistas em Teatro Físico, Método Suzuki e Mimo Contemporâneo. Caracteriza-se por apresentar espectáculos com uma grande componente física e poética. Entre as suas criações destacam-se As Bodas de Prata do Conde Baldinski, Cinema Miami, Asas de Papel, Memórias de uma Avestruz e Algo de Macbeth. O Colectivo JAT desenvolve um forte projecto de Formação Teatral no Algarve, formando novos actores e novos públicos. Colabora com companhias e estruturas artísticas em Portugal, Grécia, França, Espanha, Itália e Inglaterra e desenvolve projectos sociais como o Grupo de Teatro Comunitário - Quarteira Fora da Caixa e o Teatro de Vizinhos em Faro, que têm como objectivo oferecer um espaço de criação e expressão à comunidade.

Teatro das Figuras

FilhosEvolucao1FilhosEvolucao2FilhosEvolucao3

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS