João D'Arens - "A última janela para o mar"- volta a estar ameaçada

Regionais
Tools
Typography

A Mata Mediterrânica do João D´Arens em Portimão volta a estar ameaçada. A dois meses do controverso Loteamento da UP3 caducar automaticamente por Lei, existe uma nova tentativa de destruir aquela que é a “A Última Janela para o Mar” do Concelho de Portimão.

A apresentação deste novo projeto de loteamento é a tentativa desesperada de impedir a aplicação automática da Lei que salvaria de vez esta riqueza territorial do município de Portimão.

O novo projeto encontra-se repleto de incoerências administrativas e ilusões visuais. Não há qualquer tipo de mudança substancial de carga construtiva. O betão continua a imperar, camuflado em verdes questionáveis. As questões de fundo que ameaçam o Ambiente mantêm-se na sua totalidade, desde a última Declaração de Impacto Ambiental desfavorável, a 3 de maio de 2019.

O grupo de Cidadania Ambiental a “A Última Janela para o Mar”, lamenta profundamente que a autarquia de Portimão não tenha tido a coragem política para suspender o plano em causa em fevereiro de 2020, quando a população em peso o solicitou presencialmente na Assembleia Municipal.

Há um novo apelo a toda a sociedade civil para a união em torno desta causa.

Para que o mal seja cortado pela raiz, de uma vez por todas, surgiu uma nova mobilização para a consulta pública.

O período de consulta pública decorre de 2020-05-07 a 2020-06-19. 

Brevemente, o grupo de Cidadania Ambiental “A Última Janela para o Mar” disponibilizará uma plataforma simplificada para que todos possam mais facilmente partilhar a sua oposição.

Grupo de Cidadania Ambiental 

JanelaMarPortimao1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS