"Quero Comer" Do mar ao Take-away: Reinventar em Tempos de Crise

Regionais
Tools
Typography

Ajudar os restaurantes a aumentar as suas vendas através de um site com loja para encomendas take-away e melhorar assim a experiência do consumidor, são os objetivos da Quero Comer. O projeto nasce por iniciativa da startup portuguesa SeaBookings que se dedica ao turismo marítimo e que, devido ao COVID-19, está a enfrentar uma quebra na sua faturação.

Já tentou fazer um pedido take-away e não encontrou o menu do restaurante online? Pois, esta situação é muito frequente fora das grandes cidades. Além disso, as encomendas por telefone são propensas a erros. E, no contexto atual, há muitos restaurantes com têm dificuldades em adaptar-se ao take-away e às entregas por limitações financeiras e de conhecimento na área digital. É por estas razões que a equipa da SeaBookings agarrou a oportunidade para se reinventar, desenvolvendo um um elo de ligação entre os restaurantes e os portugueses - a Quero Comer.

“Sentimos a necessidade de ajudar os restaurantes a comunicar melhor com os seus clientes e assim manter o seu negócio aberto e, ao mesmo tempo, ajudar o cliente a fazer escolhas mais informadas quando efetua o seu pedido”, argumenta a Femke, que vive no Algarve e tem tido uma experiência desafiante quando quer pedir take-away.

A antecessora da Quero Comer é a SeaBookings, fundada em Lagos por duas irmãs Holandesas, Femke e Bo, em 2014. O Fábio, o techie, e o Francisco, o designer, já fazem parte integrante da equipa. E agora que o turismo está parado devido ao COVID-19, o quarteto decidiu lançar a Quero Comer que promete “Potenciar o seu serviço de take-away através de um site com loja online à distância de um click”, enquanto a SeaBookings se prepara para estar na frente da linha de partida quando o turismo retomar.

Nesta fase de isolamento social, da perspetiva dos restaurantes, existe uma grande necessidade de inovar para evitar fechar as portas. Surgem assim as entregas que, infelizmente, fora das cidades são inexistentes ou muito caros, e o take-away. Do ponto de vista dos clientes, na opção de take-away, encomendas online permitem minimizar o tempo fora de casa, pois basta levantar o seu pedido na hora combinada. De facto, o take-away é o meio preferencial de muitos portugueses que vivem fora das áreas metropolitanas.

A ideia é simples. Oferece-se um serviço de criação de site com loja online para take-away a um preço muito acessível. Desta forma, o cliente, consegue facilmente encontrar toda a informação que precisa acerca do seu restaurante preferido, nomeadamente os horários de funcionamento e qual a ementa do take-away. Consegue ainda, colocar o seu pedido no site, recebendo a respectiva confirmação por email. Aos gestores dos restaurantes, a Quero Comer dá visibilidade online, num contexto em que a concorrência no mundo digital aumenta, e uma ferramenta de levar o restaurante à casa dos seus clientes, permitindo gerir o conteúdo do site bem como a ementa através de um back-office de fácil utilização.

Segundo a Bo: “É crucial que o back-office seja muito intuitivo para que os restaurantes consigam gerí-lo autonomamente e, no caso de “pratos do dia”, diariamente.” O projeto lançou-se em apenas um mês. O Fábio afirma que “é uma necessidade urgente que queremos satisfazer pelo que foi um sprint intenso. Felizmente, a equipa que já se conhece muito bem”.

Existem vários templates de site disponíveis que serão personalizados com as descrições e fotos fornecidas pelo restaurante. O Francisco, o designer, apela aos restaurantes que invistam em boas fotos dos seus pratos, pois, aumentam o apetite! No entanto, para aqueles que não têm fotos, há templates que requerem menos conteúdo fotográfico. Fornecem-se ainda serviços adicionais como a criação de logotipo, gestão de redes sociais e serviços de fotografia e/ou vídeo para ajudar os restaurantes a prosperar nesta fase desafiante.

Nesta fase de arranque, a Quero Comer está num processo de angariação de parceiros: restaurantes, e pastelarias também, que desejem aumentar o seu volume de vendas e sistematizá-las online.

Contacto: Bo Irik (Cofounder) | +351 916 066 429 | Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | www.querocomer.pt

Bo Irik 'Quero Comer'

QueroComerTakeAway1

 

 

 

 

 

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS