Dia Municipal para a Igualdade assinalado em Faro

Regionais
Tools
Typography

Pelo quarto ano consecutivo, o Município de Faro assinalou o Dia Municipal para a Igualdade, com a promoção do Encontro (Des)Igualdades, realizado no dia 24 na Biblioteca Municipal António Ramos Rosa, aceitando novamente o desafio lançado pela ANIMAR de integrar a agenda nacional de iniciativas alusivas ao Dia Municipal para a Igualdade realizadas em 114 concelhos do País.

O Encontro (Des)Igualdades contou com uma participação de cerca de 90 pessoas, entre jovens, técnicos e comunidade em geral. O início dos trabalhos deu-se com “a interpretação e a performance”, adaptação de Rita Simões do livro "Queimada Viva", que aborda a questão da violência sobre as mulheres, criada no âmbito de uma prova de aptidão profissional do curso de Artes do Espetáculo do Agrupamento de Escolas Tomás Cabreira.

Depois, a abertura oficial ficou a cargo de Carlos Baía, Vereador da Câmara Municipal de Faro, de Adelino Neto (EAPN) e de Margarida Flores, Diretora do Centro Distrital de Segurança Social de Faro ISS IP. Seguiu-se o painel (Des)Igualdades que, moderado pelo jornalista Alexandre Moura, permitiu as alocuções de Regina Marques (MDM) e Ana Madureira (APAV), e o painel composto pela jurista Beatriz Cardoso e pela procuradora do DIAP Rute Almeida, este com a moderação da jornalista Marisa Rodrigues. As conclusões ficaram a cargo de Rosanna Barros da Universidade do Algarve e o encerramento de João Neves (Câmara Municipal de Faro) e Isa Gomes (Diretora do Núcleo de Apoio Técnico do Sul da DGRSP).

No essencial, foram vários os temas abordados, saindo como desafios o dever e o compromisso do poder local na dinamização de redes de intervenção neste âmbito, a importância da sensibilização da comunidade para a temática da igualdade de oportunidades e para o papel do cidadão comum enquanto promotor de igualdade, a intervenção com base na capacitação dos mais vulneráveis, a importância da denúncia e os procedimentos a ter, terminando nos programas de acompanhamento a agressores.

A Câmara Municipal de Faro faz, assim, um balanço muito positivo de mais esta jornada de esclarecimento e cidadania e agradece o impulso dado por todas as entidades parceiras: EAPN - Rede Europeia Anti Pobreza; Sê mais Sê Melhor; APF - Associação para o Planeamento da Família; ECOS - Cooperativa de Educação, Cooperação e Desenvolvimento, CRL; MDM - Movimento Democrático de Mulheres; Grupo de Ajuda a Toxicodependentes; Direção-geral de Reinserção e Serviços Prisionais de Faro; APAV; CVP Delegação de Faro e Loulé; Associação Xis – Grupo para a Promoção e Proteção dos Direitos LGBTI, Movimento de Apoio à Problemática da Sida e Fundação António Silva Leal.

Fonte: Mun de FaroDiaIgualdadeFaro

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS