Lagos | Feriado Municipal comemorado em contexto de novo Ciclo Autárquico

Regionais
Tools
Typography

Hugo Pereira fez ontem o seu primeiro discurso, em cerimónia oficial, na qualidade de Presidente da Câmara Municipal de Lagos. Dirigindo-se às entidades e ao público presente na Sessão Solene do Dia do Município, realizada no Centro Cultural de Lagos, o autarca referiu-se à eleição da Prof.ª Joaquina Matos, como deputada da Assembleia da República, como um momento alto de reconhecimento de todo o trabalho pela mesma desenvolvido em prol de Lagos e dos lacobrigenses, o que constitui não só um motivo de orgulho, mas também o iniciar de um novo capítulo na defesa dos direitos do Algarve e de Lagos.

Afirmando não pretender uma rotura com o passado, mas sim concretizar os projetos idealizados em conjunto com a sua antecessora, visando a melhoria das condições de vida dos concidadãos, Hugo Pereira deixou o compromisso de tudo fazer para enfrentar os novos desafios e responsabilidades que aí vêm, sobretudo as decorrentes do processo de descentralização de competências e da multiplicidade de áreas que terão de ser operacionalizadas durante o ano de 2020.

O Presidente recordou ainda os projetos que atingirão no próximo ano uma fase avançada de concretização ou mesmo finalização, referindo, a título de exemplo, os de maior vulto, como: a construção de novas habitações municipais; a implementação da Polícia Municipal; a conclusão da obra de renovação e ampliação do Museu Municipal Dr. José Formosinho; a reabilitação da estrada que liga Lagos à Vila da Luz e da estrada da Meia Praia; a segunda fase da requalificação da Ponta da Piedade; a preservação do cordão dunar da Meia-Praia; a concretização da obra da nova Escola EB1 + JI da Luz; e a requalificação das Muralhas e Torreões de Lagos. Intervenções que o Município espera conseguir concretizar não apenas aproveitando o momento de estabilidade e equilíbrio financeiro que se vive, mas também através da capacidade negocial e de uma estratégia de captação de fundos comunitários. O combate às alterações climáticas, o aprofundamento do diálogo com os agentes económicos e a captação de investimento em áreas como a agricultura, pescas, empreendedorismo e tecnologia, foram também identificadas como áreas estratégicas para garantir um desenvolvimento sustentável do Município.

Na sua intervenção, Hugo Pereira não esqueceu as causas pelas quais importa continuar a pugnar junto do governo, como sejam a melhoria das condições de saúde dos algarvios, a eletrificação da linha ferroviária que serve a região, obra essencial e inadiável, assim como a liberalização da utilização da A22, passando esta via a estrada nacional e isentando a cobrança de portagens.

Em destaque estiveram igualmente as sete entidades homenageadas nesta cerimónia, um conjunto de personalidades, instituições e empresas, que, no entender dos órgãos (executivo e deliberativo) municipais que aprovaram as propostas de atribuição das Medalhas de Mérito Municipal, dignificam a sua terra e têm contribuído para elevar Lagos enquanto município de relevância regional, nacional e internacional, merecendo o reconhecimento da sociedade lacobrigense, conforme sublinhou o Presidente da Assembleia Municipal, Paulo Morgado.

Hélio Nunes Xavier pelos seus trabalhos prestados em prol das artes, em especial na área da pintura e da escrita, Jorge Mealha Costa, pelo trabalho a favor das artes, nomeadamente na área da escultura e da cerâmica, José Inácio Seromenho, pelo reconhecimento na área desportiva, nomeadamente nas disciplinas de Tiro aos Pratos, e os estabelecimentos comerciais Restaurante Reis e Ourivesaria Coimbra, pelo seu contributo em prol do desenvolvimento da economia local, foram agraciados com a Medalha de Mérito Municipal Grau Prata.

A distinção máxima foi atribuída a Luís Manuel Afonso, pelo seu trabalho e dedicação a favor da saúde e bem-estar da comunidade, e ainda à Congregação do Santíssimo Redentor – Missionários Redentoristas em Lagos, agraciados com a Medalha de Mérito Municipal Grau Ouro.

A cerimónia contou com a presença de Dom Manuel Quintas (Bispo do Algarve), Rui Santiago (Padre Provincial da Congregação do Santíssimo Redentor), Adriana Nogueira (Diretora Regional de Cultura do Algarve), Nuno Marques (Vice-Presidente da CCDR), e ainda Cláudia Ferreira (Vereadora da Câmara Municipal de Torres Vedras) que se deslocou a Lagos a convite do Município, no quadro da geminação existente entre as duas municipalidades, acompanhada de uma escola de dança que atuaria na Sessão Solene. Marta Alves, a artista lacobrigense revelação que tem estado a demonstrar o seu talento no panorama musical, protagonizou o momento de animação cultural que abriu a cerimónia deste ano.

O Dia do Município começou com a cerimónia de hastear da bandeira na Praça Gil Eanes, com a participação dos órgãos municipais, das coletividades locais e da Banda Filarmónica Lacobrigense 1.º de Maio, que interpretou, uma vez mais os hinos nacional e da cidade. Seguiram-se as Festas Religiosas de São Gonçalo de Lagos, com Missa Campal e Procissão em Honra do Santo Padroeiro. Quem quiser saber mais sobre a vida e obra de São Gonçalo de Lagos, padroeiro de Lagos e de Torres Vedras, poderá visitar até dia 28 de dezembro a exposição que está patente nos Antigos Paços do Concelho.

Fonte: SC da CM LagosFeriadoLagos3FeriadoLagos2FeriadoLagos1

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS