Portimão | Exposição "Luz de Mulher, Sorolla, Cem Anos Depois"

Regionais
Tools
Typography

A exposição “Luz de mulher, Sorolla, 100 anos depois”, estará aberta ao público de 23 de agosto a 29 de setembro, no Museu de Portimão, uma iniciativa de homenagem ao pintor Joaquín Sorolla realizada por mulheres pintoras com ligação a Ayamonte, 100 anos depois deste artista pintar o conhecido quadro “Ayamonte, a pesca do atum”.

Joaquín Sorolla Bastida (1863-1923) fui um pintor famoso valenciano, conhecido pelos seus retratos, considerado um artista impressionista e pós-impressionista, pintou telas internacionalmente conhecidas. A sua obra abarca mais de 2.200 quadros catalogados. A Hispanic Society encomendou um painel da Hispânia, e como Sorolla não conseguiu pintar zonas de Portugal, decidiu introduzir no painel “Ayamonte, a pesca do atum”, elementos portugueses, pintou Castro Marim como fundo, bem como, alguns homens e mulheres de Portugal. No fim da sua vida, Sorolla, pretendeu viver e criar seu estúdio no Algarve, porque adorou as praias portuguesas (patente nas cartas à sua esposa Clotilde), mas infelizmente faleceu antes de concretizar esse desejo.

A exposição “Luz de mulher, Sorolla, 100 anos depois” é um projeto cultural que abarca 21 pintoras, quadros da Escola Secundária do Guadiana de Ayamonte. Esta exposição é um desafio protagonizado pela portuguesa Ana Feu e pela ayamontina Carmen Sanchéz Ruda. A pintora Ana Feu destaca que “no princípio a exposição partiu da ideia de fazer uma homenagem a Sorolla só com pintoras, para promover a arte das mulheres pintoras. Como iam surgindo outras atividades, Carmen e eu fomos juntando novos eventos, até que deixou de ser só uma exposição, passou a ser um projeto cultural, com conferência, fotografias, escultura comemorativa e poesia dos Poetas do Guadiana“.

Fonte: Mun de PortimãoExposicaoLuzMulher

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS