Loulé | Agosto com muito Folclore no Concelho

Regionais
Tools
Typography

O FolkFaro está de volta ao concelho de Loulé nos dias 18, 19, 20, 22, 23 e 24 de agosto com várias propostas de músicas e danças de várias partes do mundo, sem esquecer os grupos locais.

Integrados na descentralização deste evento que constitui o maior festival de folclore do Sul do país, 300 participantes irão celebrar a união e o encontro dos povos através da expressão das suas culturas identitárias das quais se destaca o folclore. Os grupos internacionais convidados terão como anfitriões os ranchos do concelho mas é de destacar ainda a integração do 10º Festival Internacional de Folclore do Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião a este programa.

No arranque, dia 18, a Casa do Povo de Boliqueime recebe o grupo argentino Asociación “Nuestras Raíces” (Rosário – Santa Fé) que terá ao seu lado o Rancho Folclórico da Casa do Povo de Boliqueime, para uma atuação conjunta que acontece no âmbito do BFF – Boliqueime Food Festival.

No dia 19, o Folkfaro junta, no palco natural da Fonte Grande de Alte, o folclore da Eslováquia com o grupo FS Rozmarija (Presov) ao melhor do corridinho representado pelo Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão.

Salir é ponto de passagem deste programa, no dia 20, com a atuação do Ballet Folclórico Nacional Jaime Orozco, de Bogotá, Colômbia, e do Rancho Folclórico “As Mondadeiras das Barrosas”, na escola primária de Salir.

No dia 22, o Rancho Folclórico Infantil de Loulé é o anfitrião de uma noite que terá como convidado o grupo turco Penfolk Sarfolk (Pendik – Istambul), na Praça do Mar, em Quarteira.

Ubuhle Be Afrika (Port Elizabeth), da África do Sul, sobe ao palco instalado no Largo da Igreja de Querença, no dia 23, ao lado do Grupo Etnográfico da Serra do Caldeirão.

Na noite de encerramento, dia 24, o Folkfaro associa-se ao 10º Festival Internacional de Folclore do Rancho Folclórico e Etnográfico de São Sebastião. No recinto da junta de freguesia, para além dos promotores desta iniciativa, vão atuar o Ballet Folclórico Nacional Jaime Orozco (Bogotá, Colômbia), o Grupo de Danzas Adolfo de Castro (Cádiz, Espanha), o Rancho Folclórico de Macau e o Rancho Folclórico da Ria Formosa (Olhão)

Refira-se que o FolkFaro é o único festival do sul de Portugal com a certificação internacional do CIOFF-Conselho Internacional das Organizações de Festivais de Folclore e Artes Tradicionais, uma organização não-governamental (ONG) com relações formais de consulta com a UNESCO, criada em 1970 com o objetivo de salvaguardar a promoção e difusão da cultura tradicional e do folclore.

Fonte: GAP da CM LouléFolcloreColombia

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS