Câmara Municipal de Loulé e In Loco em campanha para a “Produção e Consumo Local“

Regionais
Tools
Typography

No mês de agosto, o projeto 100% Local dá início à campanha “Produzir e Consumir Local”. Em estreita articulação com a iniciativa de promoção do comércio tradicional da cidade de Loulé “7 Quintas”, organizada pela Câmara Municipal, a campanha arranca no Concelho no dia 1 de agosto, a partir das 19h00, na Praça da República, com um Mercado de Rua onde os produtores locais irão mostrar o melhor da sua produção aos consumidores.

A iniciativa “7 Quintas” e o projeto 100% Local partilham um objetivo comum: valorizar a produção e o comércio local, juntando esforços para que produtores e consumidores se cruzem num espaço de encontro privilegiado, onde são conhecidas as origens do que se consome. Este é o desafio e uma oportunidade para sensibilizar para o modelo vigente de consumo que compreende uma ameaça à sustentabilidade do Planeta.

Para além dos Mercados de Produtores a organizar em sete concelhos algarvios, a campanha aposta numa vertente de sensibilização pela arte, nomeadamente pela instalação de uma peça artística, inspirada nas tradicionais balanças de mercado. “A Balança” estará em itinerância a partir do mês de julho pelos municípios parceiros de Loulé, Faro, São Brás de Alportel, Olhão, Tavira, Albufeira e Silves, com intuito de ilustrar o equilíbrio frágil entre a sustentabilidade do Planeta e as atuais opções de consumo.

O projeto lançará ainda uma aplicação web e mobile, casefazem.pt para utilização gratuita pelos utilizadores. Na mesma constarão georreferenciados os produtores locais do Algarve.

Em pleno século XXI, quando esgotamos nos primeiros sete meses os recursos disponíveis no Planeta para todo o ano, quando são necessários 2,2 planetas para suportar o nosso estilo de vida e quando somos o 9º país da região mediterrânica com a maior pegada ecológica, iniciativas como esta chamam a atenção para o caminho a percorrer. O consumo de produtos locais e da época contribui diretamente para a economia local, fixação de população no interior, preservação das paisagens, desenvolvimento rural e para a sustentabilidade do Planeta, pelo que importa cada vez mais que o cidadão pondere as suas opções de consumo.

O projeto 100% Local, cofinanciado pelo No Planet B by AMI, Instituto Camões e União Europeia, prevê ainda ações de animação de rua e espaços informativos em parceria com o projeto Prato Certo, além de exposições alusivas ao tema, entre outras iniciativas a ser desenvolvidas nos municípios parceiros.

Fonte: GAP da CM LouléProducaoLocaLoule1ProducaoLocaLoule2ProducaoLocaLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS