Loulé | 16ª edição do Festival MED já começou

Regionais
Tools
Typography

Arrancou da melhor forma a 16ª edição do Festival MED, numa noite bastante concorrida em termos de público mas também da oferta musical e cultural e das novas experiências para quem visita a Zona Histórica de Loulé por estes dias.

Num ambiente global, com gentes de todo o mundo, gastronomia de países como Marrocos, Grécia ou Itália, e a multiculturalidade presente na música e nas artes que aqui estão representadas, o MED entrou da melhor forma, com muitas novidades elogiadas por todos os que aqui estiveram.

Em termos musicais, o destaque vai para o novo palco – Palco Chafariz – localizado junto às muralhas do Castelo, no Largo D. Afonso III, e que veio a confirmar-se nesta primeira noite como uma aposta ganha. Um espaço onde se realizaram três dos grandes concertos da noite: primeiro a irreverência dos turcos Baba Zula que juntaram as sonoridades nacionais com o rock psicadélico e eletrónica, numa verdadeira festa; uma abordagem única às origens africanas do voodoo, protagonizada pela voz portentosa dos Moonlight Benjamin, vinda do Haiti; e Diabo na Cruz, desta vez sem a voz de Jorge Cruz, mas como o mesmo entusiasmo e perante uma casa cheia.

Já na Cerca e Matriz, espaços habituados a grandes e entusiastas públicos que vivem a festa do MED ao som do que de melhor é feito ao nível da World Music, a entrada nesta 16ª edição fez-se com nomes consagrados como Camané e Mário Laginha, juntos em palco, os míticos cabo-verdianos Os Tubarões ou o tunisino mestre do alaúde Dhafer Youssef, mas também do reggae italiano de Mellow Mood, do exemplo máximo da multiculturalidade musical com The Turbans ou as sonoridades balcânicas de Dobro Soundsystem.

No Castelo as atenções centraram-se nos nomes mais intimistas e em português: Júlio Pereira e Luís Galrito que teve como convidado João Afonso.

A par da música, também o cinema esteve em destaque naquele que foi o primeiro dia da 16ª edição do Festival MED e da estreia da sétima arte nos dias deste evento, numa importante curadoria de Rui Tendinha. A conferência promovida pela APORFEST teve este ano como mote a simbiose entre o Cinema e os Festivais de Música.

O Festival MED prossegue esta noite com destaque musical para Francisco, El Hombre (Brasil), Marcelo D2 (Brasil), DJ Buruntuma (Guiné-Bissau), Dead Combo (Portugal), Anthony Joseph (Trindade), Gato Preto (Moçambique, Alemanha, Gana, Portugal), Selma Uamusse (Portugal, Moçambique), Gisela João (Portugal), Kel Assouf (Niger, Bélgica), Rúben Monteiro (Portugal) e Márcia (Portugal).

Toda a programação em www.festivalmed.pt ou https://www.facebook.com/festivalmedloule/

Fonte: GAP da CM Loulé

ArranqueMEDBabaZulaArranqueMEDDiaboCruzArranqueMEDDiaboCruz1ArranqueMEDMLaginhaCamaneArranqueMEDMoonlightBenjaminArranqueMEDMoonlightBenjamin1ArranqueMEDTubares

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS