Município de Lagoa | Lagoa promove troca de boas práticas no Enoturismo do Algarve

Regionais
Tools
Typography

A ação de benchmarking para o enoturismo do Algarve começou em Lagoa, a 20 de março’19, nas instalações da Única- Adega Cooperativa do Algarve. A organização da iniciativa coube à Associação das Rotas de Vinhos de Portugal (ARVP) e à Associação de Municípios portugueses do Vinho (AMPV), das quais o Município de Lagoa é associado.

Depois do acolhimento dos 30 participantes oriundos das várias regiões vitivinícolas de Portugal, Luís Encarnação, responsável pelos pelouros do turismo e desenvolvimento económico no Município de Lagoa, resumiu as linhas de trabalho que tem vindo a seguir para a revitalização do enoturismo.

“Existe em Lagoa uma tradição milenar na produção da vinha e do vinho” lembrou o vice-presidente da Câmara, acrescentando que “a diversidade e a qualidade são hoje marcas da oferta enoturística deste concelho, reconhecidas pelos vários prémios nacionais e internacionais”.

Na mesma intervenção foram ainda valorizados os novos investimentos e os novos produtores, empenhados em projetos já existentes ou a implementar em breve. O autarca de Lagoa destacou a importância do enoturismo como oportunidade para combater a sazonalidade do turismo na Região, e um valor acrescentado para o destino-Lagoa, com efeito multiplicador na economia local.

José Arruda, secretário-geral da Associação de Municípios Portugueses do Vinho (AMPV), explicou, por seu lado, que “o benchmarking é um procedimento continuo e sistemático que tem o objetivo de verificar o estado e a evolução das organizações, produtos, processos e atividades. Neste caso, aplica-se ao enoturismo para criar padrões de referência e contribuir para melhores resultados”.

Esta iniciativa permite o levantamento da oferta enoturística em Portugal reunindo esforços entre produtores, adegas, museus do vinho, alojamento, restauração, comércio e pontos de informação enoturística.

O programa em Lagoa incluiu uma visita guiada à Quinta dos Vales com duas provas comentadas e uma visita aquela unidade de enoturismo, e um almoço acompanhado por vinho de Lagoa no restaurante Barca Velha.

Este projeto de benchmarking já organizou três ações similares na região de Setúbal, Alentejo Central e Baixo Alentejo. Tem como objetivo percorrer todas as regiões vitivinícolas do País, com visitas e reuniões de trabalho para promover uma rede integrada de informação enoturística e de contacto entre pares.  

Fonte: GC do Mun Lagoa(Algarve)EnoturismoAlgarve2

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS