Festival “Encontros do deVIR” com seis propostas numa só noite no Cne-Teatro Louletano

Regionais
Tools
Typography

O Festival “Encontros do DeVIR” marca novamente presença, pela terceira vez este ano, no palco do Cine-Teatro Louletano, desta feita com seis momentos marcantes num só dia, 5 de abril, a próxima sexta-feira, a partir das 21h30.

A noite será preenchida com duas apresentações de dança, o recital de um poema, duas exibições cinematográficas e a projeção de um documentário.

Assim, “Stepping Stones”, o dueto criado por Redouan Ait Chitt com Jeroen van der Linden (Holanda), traduzirá o percurso de dois bailarinos que se distinguem pela sua fisicalidade. A cumplicidade é o trampolim que lhes tem permitido ultrapassar com sucesso os desafios inerentes a um percurso que funde a dança urbana e a dança contemporânea.

Já “Aqua” foi criado em 2016 por Chey Jurado, premiado bailarino a nível internacional, que cruza as danças urbanas e a dança contemporânea. Este solo, que tem vindo a ser apresentado por todo o mundo, vive da fisicalidade do intérprete, e permite ao espetador submergir-se nas diferentes maneiras de decifrar o elemento-água através do movimento.

As duas animações assinadas por Fabio Friedli, “Bon Voyage” e “In a Nut Shell”, apresentam um olhar aguçado sobre o modo como a Europa recebe os refugiados, e a tentativa de capturar o mundo numa casca de noz, da mais pequena semente até à guerra, da indiferença ao apocalipse.

No galardoado documentário “Irregulars”, Fabio Palmieri aborda de forma poética a brutalidade da viagem que, a cada ano, é enfrentada por 40000 pessoas de África, Ásia e Médio Oriente, ao tentar cruzar o Mar Mediterrâneo.

Nessa sexta-feira, haverá ainda lugar para a leitura, pela atriz Carolina Santos, de um texto inédito de Hélia Correia, produzido em resposta ao convite que a organização da 5ª edição dos “Encontros do DeVIR” endereçou à escritora, com ilustração em tempo real por Richard Câmara.

Para mais informações e reservas os interessados podem contactar o Cine-Teatro Louletano pelo telefone 289 414 604 (terça a sexta-feira, das 13h00 às 18h00) ou pelo email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

Recorde-se que a 5ª edição do “Encontros do DeVIR” tem como tema – de(a)nunciar – uma palavra dúbia que, quando decomposta, pode ter diferentes significados e várias leituras, tal como algumas quadras de António Aleixo, poeta repentista desta região, que em 2019 completaria 120 anos. “Recordá-lo através do que nos deixou, é refletir sobre a nossa identidade, um dos objetivos deste festival internacional”, considera a organização.

Nesta 5ª edição serão apresentadas 41 criações, 52 reflexões por pensadores, investigadores e criadores nacionais e internacionais de diferentes áreas (dança; astronomia; teatro; política; escrita; ilustração; geofísica; cinema; fotografia; artes plásticas; linguística; cartoon) de Samuel Lefeuvre a Erna Ómarsdóttir, do ativista Luaty Beirão ao chairman da UNESCO Suleiman Baraka, de Hillel Kogan em We love arabs, à dupla Sofia Dias/Vítor Roriz, que respondem a uma encomenda de criação, passando por Hélia Correia, que produziu um texto inédito, e por muitos outros que dão uso à palavra de(a)nunciar.

Iniciativa cofinanciada pelo Programa 365 Algarve, Câmara Municipal de Loulé, Câmara Municipal de Faro e Câmara Municipal de Lagos, os “Encontros do DeVIR” são organizados pela DeVIR | CAPa, estrutura financiada pela República Portuguesa – Ministério da Cultura / Direção Geral das Artes.

Fonte: GAP da CM LouléEncontroDeVirLoule

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS