GEOTA - Projeto TerraSeixe apresentará resultados em Faro “Antes que Arda Outra Vez”

Regionais
Tools
Typography

No dia 22 de março, das 10 às 17 horas, vão ser apresentados, no auditório da CCDR do Algarve, em Faro, os resultados do projeto TerraSeixe – Gestão Ambiental Partilhada no Sudoeste de Portugal, apoiado pelo programa CRESC ALGARVE 2020.

Este evento proporciona um debate participado entre especialistas, políticos e cidadãos sobre a temática da dinamização e ordenamento sustentáveis dos territórios num contexto de alterações climáticas, que conta com a participação do Secretário de Estado das Florestas e Desenvolvimento Rural.

O projeto desenvolveu Estudos de Base para a gestão ambiental partilhada do território da bacia hidrográfica da Ribeira de Seixe, que inclui os concelhos de Monchique, Aljezur e Odemira, numa abordagem intermunicipal e inter-regional.

Trata-se de uma área com cerca de 25 000 hectares, dos quais 90% têm estatuto de proteção. A ocupação do solo inclui 44% de eucalipto e uma estrutura fundiária dividida em 3850 prédios rústicos.

Entre 2003 e 2018 a área foi varrida por violentos incêndios com impactes ambientais e económicos significativos, à semelhança do que sucedeu em muitas outras áreas do país, agravando o despovoamento e a desertificação física.

Marlene Marques, Presidente do GEOTA, reiterou hoje que “este projeto pretende introduzir em Portugal uma metodologia colaborativa e participativa para a gestão do território”. E alertou também que “face aos recentes incêndios e aos seus impactos catastróficos reiterados é preciso repensar o modelo de desenvolvimento que queremos antes que arda outra vez”.

“Inverter esta tendência implica repensar o modo de atuação das políticas públicas neste território e definir um novo modelo de gestão que permita promover a conectividade ecológica, aumentar a resiliência ao fogo e às alterações climáticas, estimulando uma economia agrícola, florestal e turística de proximidade”, afirmou o coordenador do projeto Miguel Jerónimo.

O projeto é liderado pelo GEOTA em parceria com a Câmara Municipal de Aljezur, Câmara Municipal de Monchique, a Câmara Municipal de Odemira, a Junta de Freguesia de Odeceixe, a Associação Vicentina, ICNF-DCN Algarve, a APA-ARH Algarve, a Universidade do Algarve (Centro de Estudos em Património, Paisagem e Construção), a Universidade de Évora (Polo de Évora do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos), Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa (Grupo de Investigação Ambiente, Território e Sociedade) e a Faculdade de Ciências e Tecnologia Universidade da Nova de Lisboa.

Fonte: TerraSeixeDebateTerraseixe

 

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS