Banner Alto Página

Loulé fez Balanço dos Incêndios Rurais em 2018

Regionais
Tools
Typography

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (CMDFCI) de Loulé reuniu no Auditório do Convento Espirito Santo, em Loulé, tendo como principal assunto a análise e balanço da época dos incêndios rurais no Concelho no ano de 2018.

A reunião foi presidida pelo autarca, Vítor Aleixo, tendo sido realizadas várias apresentações sobre o trabalho desenvolvido ao nível municipal, desde a fase de planeamento, sensibilização e informação pública, prevenção, vigilância e combate.

Além dos elementos que constituem a CMDFCI foi também convidada a estar presente a Comissão Municipal de Proteção  Civil, as entidades que integram as Reuniões Operacionais Defesa da Floresta Contra Incêndios (realizadas durante o período critico) e o Comandante Operacional Distrital da Proteção Civil, Vitor Vaz Pinto. 

As apresentações estiveram a cargo do Serviço Municipal de Proteção Civil, da Associação de Produtores Florestais da Serra do Caldeirão, da Guarda Nacional Republicana e dos Bombeiros de Loulé, tendo sido o balanço deste ano considerado positivo, no entender dos presentes, tendo em conta os resultados obtidos, ainda que provisórios, - área ardida 42,2 hectares - e ações e projetos desenvolvidos no corrente ano.

Foi ainda abordado neste fórum o plano estratégico de ação previsto para o ano 2019, referindo-se as intervenções em rede primária e as candidaturas que o Município irá operacionalizar, no âmbito da prevenção aos incêndios rurais.

De acordo com o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas, no  Algarve o Concelho de Loulé é o município que tem o maior número (141) de aldeias e aglomerados integrados nas 4 freguesias do interior: Alte (33), Ameixial (16), Salir (54) e União de Freguesias Querença, Tôr, Benafim (38)  consideradas com o primeiro grau de prioridade no âmbito Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Tem sido apanágio da Câmara Municipal de Loulé, a cada ano que passa, melhorar e aumentar os seus vetores de atuação no que concerne à estratégia preventiva relativamente à defesa de pessoas e bens em área florestal, para que em cada época de incêndios rurais seja reforçado o dispositivo de vigilância e combate, tal como aumentada a resiliência das comunidades do Concelho ao flagelo que são os incêndios florestais.

Fonte: GAP da CM LouléBalancoIncendiosLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS