SB de Alportel | Podem as organizações culturais fazer política? Devem?

Regionais
Tools
Typography

O próximo debate da Acesso Cultura realiza-se no ldia 17 de abril, terça, às 18h30. Estaremos em Évora, Funchal, Lisboa, Porto, S. Brás de Alportel e VN Famalicão. A entrada será livre. Em Lisboa e no Porto haverá tradução simultânea em Língua Gestual Portuguesa.

Podem as organizações culturais fazer política? Devem?  A questão poderia também ser colocada desta forma: Podem as organizações culturais ser neutras? Devem? Nos casos em que se defende a neutralidade, parece existir alguma confusão em relação ao que se entende por "político" (e por "partidário"). Existe ainda alguma preocupação em relação à possibilidade de alienar parte do público por defender determinadas posições políticas. Por outro lado, há cada vez mais organizações culturais a querer assumir as suas responsabilidades naquilo que é o pensamento, o debate e a prática no âmbito da nossa vida em comum na cidade (pólis) e no mundo. Alguns vêem nisto uma obrigação; outros, um certo oportunismo. As tutelas nem sempre se sentem confortáveis. Quais os riscos para as organizações culturais ao tomarem uma ou outra posição? Quais as expectativas dos cidadãos?

Os nossos convidados nas seis cidades serão:

ÉVORA, Direcção Regional de Cultura (Rua de Burgos)
Com: António Guerreiro, Ensaísta e crítico literário; José Alberto Ferreira, Centro de Arte e Cultura da Fundação Eugénio de Almeida; Marcial Rodrigues, Grupo Pro-Évora; Ana Cristina Pais, Direcção Regional de Cultura do Alentejo (moderadora)

FUNCHAL, Sede do Dançando com a Diferença (Rua dos Barcelos nº 09 – Santo António)
Com: Ester Vieira, ATEF, Companhia de Teatro e Oficina Versus Teatro; Maurício Reis, Porta 33; Paulo Esteireiro, Centro de Estudos de Sociologia e Estética Musical; Filipe Gonçalves, Jornalista (moderador)

LISBOA, Fundação José Saramago
Com: António Pinto Ribeiro, investigador, programador cultural; Emília Ferreira, Museu Nacional de Arte Contemporânea – Museu do Chiado; João Alpuim Botelho, Museu Bordalo Pinheiro; Mark Deputter, Culturgest; Maria Vlachou, Gestão e Comunicação Cultural (moderadora)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa: Cidália de Jesus (uma colaboração com a Escola Superior de Educação de Setúbal)

PORTO, Teatro Carlos Alberto
Com: Abel Coentrão, Bind' Ó Peixe – Associação Cultural; Ana Luísa Castelo, PELE – espaço de contacto social e cultural; Luiz Humberto Marcos, Museu Nacional da Imprensa; Denise Pollini (Museu de Serralves, moderadora)
Tradução em Língua Gestual Portuguesa: Cláudia Braga (numa parceria com a Associação Laredo)

SÃO BRÁS DE ALPORTEL, Museu do Traje, 18,30h
Com: Elisabete Rodrigues, Jornalista; Gil Silva, Teatro das Figuras; Paulo Penisga, Professor; Rui Parreira, Arqueólogo, (Emanuel Sancho, Museu do Traje de São Brás de Alportel (moderador)

VN Famalicão, Galeria Municipal Ala da Frente
Com: Bruno Martins, Teatro da Didascália; Carlos Martins, Programador da Guimarães Capital Europeia da Cultura; Emília Araújo, Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho; Raquel Barbosa, Câmara Municipal de Famalicão (moderadora)

Agradecemos muito o interesse e disponibilidade de convidados, moderadores e parceiros. Contamos com a vossa presença e participação.

Fonte: Museu do Traje SBA

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS