Plano Operacional Municipal de Loulé aprovado pela CMDFCI

Regionais
Tools
Typography

A Comissão Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios de Loulé reuniu no passado dia 6 de abril, tendo como um dos principais assuntos a apresentação e aprovação do Plano Operacional Municipal do Concelho de Loulé para 2018.

Durante esta reunião presidida por Abílio Sousa, vereador da Autarquia, o Plano foi apresentado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, através do seu Gabinete Técnico Florestal.

Este documento é parte integrante do Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios, aprovado no passado mês de fevereiro pelo Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas, na sua vertente operacional, em particular nas ações de vigilância, deteção, fiscalização, primeira intervenção, combate, rescaldo e vigilância pós-incêndio. Inclui o levantamento dos meios e recursos, contactos, sectorização territorial, dispositivo operacional e cartografia de apoio à decisão. Este Plano é de atualização anual, devendo ser aprovado em sede de Comissão Municipal de Defesa da Floresta contra Incêndios até 15 de abril de cada ano.

Nesta reunião também foi referido pela responsável pelo Gabinete Técnico Florestal, Telma Guerreiro, todo o trabalho e investimento que o Município de Loulé está a desenvolver no que concerne à estratégia de Defesa da Floresta Contra incêndios, nos vários eixos de atuação, nomeadamente na sensibilização, prevenção, planeamento e execução, nomeadamente a celebração de dois protocolos com o Exército Português, no âmbito da intervenção com maquinaria pesada e vigilância/patrulhamento no período critico; o programa GeoEmergência; a constituição de uma equipa municipal operacional; a elaboração de editais visando a gestão de combustível junto das habitações; as parcerias e protocolos estabelecidos com a Associação de Produtores da Serra do Caldeirão e associações e clubes de caça do Concelho; a manutenção da faixa de gestão de combustível de rede primária; as candidaturas que o Município submeteu ao PDR 2020 para execução de Rede Primária e ao Fundo Florestal Permanente para constituir uma equipa de Sapadores Florestais e execução de faixas de interrupção de combustíveis.

Durante a reunião foram também mencionados os trabalhos executados pelas diversas entidades com responsabilidade na Defesa da Floresta Contra Incêndios.

Por último, foi salientada a importância das reuniões operacionais que se realizaram no verão passado, nomeadamente durante o período crítico dos incêndios florestais, de forma a monitorizar todo o dispositivo municipal de defesa das florestas contra incêndios, o que constituiu uma boa prática que será também implementada este ano.

Fonte: GAP da CM LouléReuniaoComDefFlorestas

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS