Aplicações feitas por jovens presentes no lançamento da Portugal Inovação Social no Algarve

Regionais
Tools
Typography
  • Programa educativo tecnológico Apps for Good tem como objetivo principal fazer emergir uma nova geração de jovens empreendedores que criem soluções tecnológicas inovadoras para resolver problemas sociais;
  • Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques, participa na apresentação que decorrerá na CCDR em Faro.

Lisboa, 11 de abril de 2018 – O Apps for Good, programa educativo tecnológico em que jovens criam aplicações para resolver problemas sociais, é um dos projetos presentes no lançamento da Portugal Inovação Social no Algarve. A apresentação, que decorre hoje na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) em Faro, contará com a presença da Ministra da Presidência e da Modernização Administrativa, Maria Manuel Leitão Marques.

Depois das regiões do Norte, Centro e Alentejo, a Portugal Inovação Social chega ao Algarve com 4,8 milhões de euros para financiamento de projetos inovadores que respondam a problemas sociais de forma criativa e diferenciada das respostas tradicionais. O evento de lançamento da Portugal Inovação Social no Algarve vai incluir apresentações de dois projetos já apoiados pela Portugal Inovação Social a EKUI e o Apps for Good.

Neste sentido, o diretor executivo do CDI Portugal, João Baracho, irá apresentar o Apps for Good, o programa educativo tecnológico que tem como objetivo principal fazer emergir uma nova geração de jovens empreendedores que criem soluções tecnológicas inovadoras para resolver problemas sociais.

“É uma enorme satisfação ser convidado e poder apresentar o nosso projeto que cria condições para desenvolver a capacidade criativa e empreendedora dos jovens, para a resolução de problemas reais e de causas sociais. O programa Apps for Good é um excelente exemplo de inovação social, uma vez que as aplicações ajudam a encontrar uma nova e melhor reposta para uma determinada necessidade social não satisfeita”, afirma João Baracho, diretor executivo do CDI Portugal.

Lançado há cinco anos pelo CDI, o Apps for Good é um programa que pretende seduzir jovens (entre os 10 e 18 anos) e professores para a utilização da tecnologia como forma de resolver os seus problemas, propondo um novo modelo educativo mais intuitivo, colaborativo e prático. O objetivo do programa é o desenvolvimento de Apps para smartphones e tablets que possam contribuir para a resolução de problemas relacionados com a sustentabilidade do mundo em que vivemos.

O Apps for Good conta com vários parceiros, como a Microsoft, Fundação Calouste Gulbenkian, Synopsys, Fundação PT, IBM, SAP, DNS.pt, REN, SAGE, DECSIS, SRS Advogados e PWC entre outros, mas também parceiros institucionais, como a Direção-Geral de Educação, a Associação Nacional de Professores de Informática, a APDC, a Educom, o Instituto de Educação da Universidade de Lisboa e a Associação Portuguesa de Professores de Inglês e diversas associações de professores. Este programa é ainda financiado pela Iniciativa Portugal Inovação Social.

Sobre o CDI

O CDI nasceu no Brasil há 22 anos, foi fundada por Rodrigo Baggio, e é uma das mais reconhecidas Organizações Não-Governamentais a nível mundial, estando em mais de 15 países.

O CDI lançou há 5 anos um projeto educativo no Reino Unido a que chamou Apps for Good e que está em cerca de 1000 escolas públicas. Em Portugal, a Direcção-Geral da Educação convidou o CDI a fazer um piloto em 2014/15 com 20 escolas e até ao presente ano letivo (2016/17) já atingiram cerca de 180 escolas, envolvendo cerca de 3266 alunos e 400 professores. Este programa já está incluído no roadmap da DGE para o ensino tecnológico.

O Apps For Good é um projeto de dimensão internacional com a maior concentração no país de origem (Reino Unido), mas com pilotos a desenvolverem-se em diversos países. Portugal é o segundo maior país em número de escolas, alunos e professores, logo seguido do Estado do Arkansas nos Estados Unidos.

Para mais informações, aceda a http://cdi.org.pt/ ou www.facebook.com/cdiportugal.

Fonte: CorpCom

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS