Loulé | Conferência sobre "Fidalga algarvia que se tornou rainha das Maldivas"

Regionais
Tools
Typography

D. Leonor de Ataíde: a fidalga algarvia (certamente de Loulé) que se tornou Rainha das Maldivas no meado do século XVI – Um caso excecional de multiculturalismo na Expansão Portuguesa” é o tema da conferência que vai ser apresentada por Miguel Côrte-Real, no Arquivo Municipal de Loulé, dia 17 de fevereiro, pelas 15h00.

Desde 1863, com a publicação nas Cenas Inocentes da Comédia Humana do conto “A Rainha das Maldivas”, de Camilo Castelo-Branco, que foi divulgada a existência de uma portuguesa no rol das consortes dos monarcas das Maldivas. Apesar do meritório esforço de investigação levado a cabo pelo grande escritor para revelar o seu nome, tal não foi possível, pelo que a sua identidade se manteve incógnita até hoje.

Com esta conferência dá-se a conhecer o documento que revela o seu nome e filiação, ao mesmo tempo que se apresentam outros dados histórico-genealógicos que permitem enquadrar a sua origem geográfica e o seu estatuto socioeconómico como fidalga algarvia muito provavelmente natural de Loulé.

Miguel Côrte-Real é diretor geral da CMPC, Unipessoal, Lda, licenciado e mestre em História pela Universidade Lusíada de Lisboa. Publicou doze artigos em revistas especializadas, possui dois capítulos de livros e quatro livros. Recebeu um prémio.

Atua na área de História, em especial nos domínios das elites e correspondentes sociologias familiares do Algarve do Antigo Regime (séculos XIV-XVIII). É sócio efetivo de número do Instituto Português de Heráldica, da Sociedade Histórica da Independência de Portugal, da Associação de Estudos e Defesa do Património Histórico-Cultural do Concelho de Silves, do Centro de Estudos Luso Árabe de Silves (CELAS) e do Centro Lusíada de Estudos Genealógicos e Heráldicos (CLEGH).

Fonte: GAP da CM LouléConferencia LeonorAtaideArquivo MunLoule

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS