Chegou a nova edição internacional do Concurso criativo 'Nat Cool' da Niepoort

Nacionais
Tools
Typography

Um ano depois do sucesso da primeira edição, que recebeu centenas de propostas do mundo inteiro, estão de novo abertas as candidaturas para o melhor rótulo deste vinho.

Quanta criatividade cabe num rótulo de uma garrafa de vinho? Toda, se a alma não for pequena, como dizia o poeta. Depois do imenso sucesso da primeira edição do concurso internacional de arte Nat Cool, o ano passado, com 420 propostas artísticas recebidas de 22 países do mundo inteiro, a Niepoort decidiu abrir novamente candidaturas, na esperança de acolher os rótulos e as visões mais surpreendentes e criativas de sempre. 

As regras e os objectivos do Natcool Creative Contest são os mesmos do ano passado: interpretar um rótulo de uma garrafa de vinho Nat Cool, dando largas à criatividade individual, e incorporando os valores de leveza e “descomplicação” dos Vinhos Nat Cool, da Niepoort, que assumem o orgulho no terroir mas sem elitismos. No rótulo original do artista Francisco Providência, a barra e os olhos são o único elemento constante desta tela em branco.

“Acima de tudo, o que mais nos move neste concurso criativo da Nat Cool é o entusiasmo ao perceber o envolvimento das pessoas com a marca”, explica Dirk Niepoort, a quinta geração à frente desta casa centenária produtora de vinhos em cinco regiões vitivinícolas.

Até dia 11 de junho, cada pessoa pode enviar uma proposta de rótulo para o email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar., através de fotografia ou digitalização, em dimensão A4. As regras encontram-se no site www.natcoolcontest.com. Não é indispensável ter consigo uma garrafa Nat Cool para poder submeter o seu rótulo a concurso – pode fazer ‘download’ do rótulo e dar-lhe a roupagem artística que entender. O vencedor receberá uns apetecíveis 500 euros em vinhos Niepoort, e verá o seu rótulo ganhar vida nas garrafeiras, aquando do lançamento do próximo Nat Cool, em 2022. Além deste prémio, ganhará também uma ‘sweat-shirt’ com capuz da Nat Cool. O 2º lugar terá direito a 300€ em vinho, e uma T-shirt Nat Cool, e o 3º lugar receberá 100€ em vinho e um Tote bag Nat Cool. 

O júri, composto por Dirk Niepoort, presidente da Niepoort, por Joana Emídio, designer da Niepoort, por Tiago Dias da Silva, director-geral da Quinta Maria Izabel, no Douro, e por Le Brimet, Co-Fundador e Diretor Criativo da CLINK, deliberará qual dos rótulos traduz melhor o espírito “cool e funky” dos Nat Cool, vinhos com pouca intervenção descomplicados e fáceis de beber, que querem ser uma representação de vários terroirs em Portugal.

Sobre o Nat Cool:

O Nat Cool é um conceito criado em 2015 pela Niepoort que consiste num movimento de união entre vários produtores nacionais e internacionais, com o objectivo de criar vinhos leves, com pouco grau alcoólico, descomplicados e fáceis de beber. O primeiro, o “White Mug”, foi feito em 2015, na região dos vinhos verdes. Seguiu-se, em 2016, o ‘Drink Me’, na Bairrada, que procurou mostrar um lado diferente e elegante da casta Baga. O espírito Nat Cool é um espírito livre, em que a única regra é “curtir a vida”. Por isso, as garrafas de Drink Me são de 1 litro para garantir “festas longas”, vendidas a preços “cool” e que quanto mais se bebem, mais apetece beber. Descomplicado mas autêntico, o Nat Cool é um vinho que assume o ‘terroir’ com orgulho e sem elitismos.

Chefs AgencyConcursoNatCool

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS