Banner Alto Página

Casa da Moeda | Prémio IN3+ fecha candidaturas no dia 31 de outubro

Nacionais
Tools
Typography

As candidaturas à 3.ª edição do Prémio de Inovação IN3+, promovido pela Imprensa Nacional-Casa da Moeda S.A. (INCM), fecham no próximo dia 31 de outubro. Com um valor global de um milhão de euros, o prémio destaca-se como o maior prémio de inovação deste ano a nível nacional e tem como objetivo apoiar projetos de Investigação & Desenvolvimento em áreas-chave relacionadas com a atividade da INCM. 

Podem candidatar-se ao prémio investigadores, empreendedores, startups e centros de investigação nacionais e internacionais que integrem a Rede Inovação INCM. A adesão à Rede Inovação INCM é gratuita e pode ser solicitada online por qualquer entidade pública ou privada que pretenda colaborar na concretização de projetos de Investigação & Desenvolvimento e de soluções inovadoras.

Lançado em 2016, o Prémio IN3+ destina-se a premiar soluções inovadoras nas categorias de tecnologias de informação e comunicação, novos elementos ou tecnologias de segurança, novos modelos de negócio e comunicação digitais, novos produtos e serviços, e otimização e melhoria de processos produtivos, sendo que os projetos incluídos nas diferentes categorias devem aplicar-se às áreas de atuação da INCM.

A ideia vencedora na 1ª Edição do Prémio IN3+, o projeto “Papel Secreto – Uma abordagem Inovadora e de Baixo Custo” foi coordenado por Elvira Fortunato e Rodrigo Martins, da FCT NOVA, e desenvolvido em parceria com o Centro de Investigação de Materiais (CENIMAT) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL). Atualmente detém já uma marca própria – ALMASCIENCE, Beyond Paper – e com diversas iniciativas em curso nos setores da saúde, marketing e sustentabilidade. O projeto passa pelo desenvolvimento de sistemas eletrónicos, utilizando tecnologia embebida e implementada em papel, e um dos seus principais objetivos é aumentar a facilidade de rastreio e segurança de documentos.

ATLAS foi a ideia vencedora na 2º Edição do Prémio IN3+, o projeto tem como objetivo melhorar a logística da produção e expedição do PEP (Passaporte Eletrónico Português) e do CC (Cartão do Cidadão), através da utilização de robótica colaborativa para o transporte de produto entre áreas de segurança, manipulação e operação de um armazém automático e envio dos produtos finais validados para expedição. 

Os valores dos prémios da edição de 2020, podem ir até 600 mil euros para o primeiro classificado e 250 mil e 150 mil para os segundos e terceiros lugares, respetivamente. Além do financiamento aos projetos selecionados, 2% do valor atribuído irá premiar diretamente os investigadores envolvidos.

O júri do IN3+ é presidido pela professora e eurodeputada Maria Manuel Leitão Marques, e conta ainda com José Ramalho Fontes, professor universitário e presidente da Associação de Estudos Superiores de Empresa (AESE), Elvira Fortunato, professora e vice-reitora da Universidade Nova de Lisboa, João Tiago Silveira, professor e advogado, Pedro Pinto, professor e jornalista, e Sílvia Garcia, responsável pelo INCMLab, o departamento de inovação da INCM.

O vencedor da 3.ª edição do Prémio IN3+ será conhecido em dezembro.

Para mais informações sobre o Prémio IN3+, candidaturas e regulamento, consulte: 

https://premioin3mais.pt 

HK StrategiesPremioInovacaoIN3

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS