fbpx

Emprésarias de Portugal na Espanha | Os encontros INTREPIDA permitem que Cidadãos Espanhóis compartilhem o Trabalho de Empresárias de Portugal e de Itália

Internacionais
Typography

A empresária portuguesa Célia Sousa da AFAGO, protagonista dos encontros INTREPIDA em Sevilha, junto a Federica Gagliardi e Agostina Verdini, empresárias de nacionalidade italiana e residentes em Sevilha, Espanha.

Empreender resulta numa prática vocacional que apresenta riscos e grandes recompensas e além disso aumenta quando se trata de empreender fora do país de origem. Com o objetivo de promover a Internacionalização de empresas criadas por mulheres na Eurorregião Algarve-Andaluzia-Alentejo, o projeto INTREPIDA plus, coordenado pela Fundación Três Culturas de Sevilha, convidou recentemente Célia Sousa, responsável da empresa AFAGO, para dirigir um workshop teórico-prático sobre a fabricação artesanal de sabonetes, ao mesmo tempo que os participantes puderam conhecer melhor a origem da sua empresa.

Célia Sousa reside em São Brás de Alportel, na província de Faro, onde mantém um negócio sustentável que, na qualidade de autoemprego gera rendimentos suficientes através de trabalho autónomo, para continuar com a paixão pelo trabalho artesanal, respeitando o meio ambiente e cumprindo com os padrões de qualidade necessários. Esta forma de empreendedorismo permitiu-lhe, não só contribuir para a economia familiar e desenvolver uma vocação, como também conciliar com as obrigações familiares, incluindo entre elas, o cuidado das pessoas a seu cargo.

A AFAGO 100% natural, inova constantemente utilizando uma matéria-prima local que se integra em sabonetes e cremes, como a laranja, o limão e a alfarroba do Algarve português. Esta microempresa iniciou o seu percurso no ano de 2011, num momento em que a crise económica destruía empregos e empresas em todo o mundo e também em Portugal. A sua fundadora, uma apaixonada do cuidado pessoal, começou a trabalhar na fabricação de sabonetes úteis, agradáveis, de aparência cuidada e de grande atração. A partir dos sabonetes, a curiosidade e a experiência da Célia Sousa, levaram-na à produção de cremes para diferentes tipos de pele e tratamentos. 

Os encontros INTREPIDA também destacaram o empreendedorismo daquelas mulheres que se atrevem a fazê-lo fora dos seus países de origem, como é o caso das italianas Federica Gagliardi e Agostina Verdini.

Federica Gagliardi decidiu deixar o seu emprego no Departamento de Recursos Humanos de uma empresa de Roma, Itália, para empreender em Sevilha, Espanha, uma cidade da qual continua apaixonada. A sua paixão pela culinária levou-a a fundar La Cocinera Tremenda no ano de 2016. No mercado de El Arenal em Sevilha, oferece produtos que compra e seleciona cuidadosamente de pequenos fornecedores locais da Itália, além de preparar pratos deliciosos para levar e dar cursos práticos de culinária italiana.

Por sua vez Agostina Verdini, fundadora juntamente com Ricardo Rizzo do Centro Italiano Sevilla, leva mais de dez anos promovendo o conhecimento da Itália desde Sevilha através do cinema, da literatura, da gastronomia e por meio do ensino, da língua italiana para diversos níveis. O seu conceito de aproximação é criar uma comunidade por meio de encontros descontraídos para praticar o idioma das preferências dos  participantes.

A Fundación Tres Culturas del Mediterráneo é a Principal Beneficiária do Projeto INTREPIDA plus, em conjunto com os seguintes sócios de Portugal e de Espanha:  Núcleo de Empresários da Região de Portalegre (NERPOR), Núcleo Empresarial da Região de Évora (NERE), o Município de Faro, Diputación de Huelva e Mancomunidad de Desarrollo Condado de Huelva. O projeto INTREPIDA plus conta com o financiamento europeu do programa INTERREG VA Espanha-Portugal (POCTEP).

Fundación Tres CulturasIntrepidaPlusIntrepidaPlus1IntrepidaPlus2IntrepidaPlus3IntrepidaPlus4

 

 

BLOG COMMENTS POWERED BY DISQUS